Botafogo lista nomes e busca treinador que seja consenso entre dirigentes; saiba os detalhes!

Diretoria analisa mercado após Lisca desistir de comandar o clube

Wilson Pimentel
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Vitor Silva/ Botafogo

O Botafogo já conversa internamente em busca do substituto do técnico Marcelo Chamusca, demitido após o time empatar em 3 a 3 com o Cruzeiro, na Série B do Campeonato Brasileiro. O Torcedores.com apurou que o técnico Vanderlei Luxemburgo é o primeiro nome listado pela diretoria. Mas o treinador é considerado um alvo fora da realidade financeira alvinegra.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Vanderlei Luxemburgo é sugestão do presidente Durcesio Mello. O passado vitorioso é um atrativo para a contratação. Entretanto, segundo apurou a reportagem, o clube precisaria de um investidor disposto a bancar os vencimentos de toda a comissão técnica. A princípio, está descartada a possibilidade de receber ajuda de alvinegros ilustres para ‘financiar’ o projeto.

Por outro lado, há o receio de outros membros da diretoria de que o Botafogo aposte em um nome que ainda inicia a carreira e não tenha ‘rodagem’ para suportar as cobranças por bons resultados e acesso à elite nacional. Por isso, um perfil experiente e com títulos é visto com bons olhos internamente.

Já prevendo o ambiente ruim que assolaria o clube e a queda de Marcelo Chamusca, a diretoria já monitorava o nome de Vanderlei Luxemburgo. No entanto, o diretor executivo de futebol Eduardo Freeland tenta emplacar um profissional que não onere muito a folha salarial alvinegra. Veja a lista!

Antônio Carlos Zago

Foi um dos primeiros nomes apresentados ao Botafogo. O ex-zagueiro da seleção brasileira estava livre no mercado desde o começo da temporada após deixar o Kashima Antlers. Porém, Antônio Carlos Zago foi anunciado nesta quarta-feira como novo técnico do Bolívar. Ele chega ao clube boliviano através do City Group.

Eduardo Baptista

Com passagens por Sport, Fluminense e Palmeiras, Eduardo Baptista atualmente é técnico do Mirassol. Em 2020, só para exemplificar, ele conduziu o clube paulista ao título da Série D do Campeonato Brasileiro. Apesar de o nome ser bem avaliado internamente, o treinador não é considerado uma unanimidade pela diretoria.

Felipe Surian

Felipe Surian conduziu a Portuguesa da Ilha a semifinal do Campeonato Carioca. No entanto, o time foi eliminado da competição pelo Fluminense. Posteriormente, foi contratado para comandar o Sampaio Correa na Série B do Brasileirão. Seu nome é bem avaliado pela diretoria, mas é considerado inexperiente para a função.

Lisca

Luiz Carlos Cirne Lima de Lorenzi, o Lisca Doido, recusou a oferta para comandar o Botafogo. Apesar de as partes terem chegado a um acordo na madrugada desta quarta-feira, o treinador refutou e tentou mudar os parâmetros do acordo. A diretoria encerrou a negociação após não concordar com as exigências do técnico.

Vanderlei Luxemburgo

Livre no mercado desde fevereiro após deixar o Vasco, Vanderlei Luxemburgo é o preferido da torcida para assumir o lugar de Marcelo Chamusca. Há, inclusive, nas redes sociais para que o treinador seja contratado pelo clube. Conforme o Torcedores.com informou, o ‘pacote’ Luxemburgo custa R$ 600 mil por mês. O valor inclui o salário do treinador e dos integrantes da sua comissão técnica.

LEIA MAIS: 

Luxemburgo no Botafogo: Diretoria tenta reduzir valor do ‘pacote’ para fazer proposta ao treinador 

Botafogo não demitirá Marcelo Chamusca sem definir substituto; perfil gera divergências entre dirigentes 

Pressionado, Marcelo Chamusca pode ser demitido do Botafogo; diretoria não tem plano B