Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Messi repreende companheiro que ia zombar do Brasil na comemoração do título da Copa América

Argentina quebra seca de títulos de 28 anos em pleno Maracanã e faz grande comemoração em um dos grandes palcos do futebol mundial

Paulo Foles
Jornalista, amante da escrita e apaixonado por esportes. Twitter: @PaulFoles

Crédito: Foto: Divulgação/Copa América

Após o título da Argentina na Copa América, os jogadores fizeram uma longa comemoração no Maracanã pela conquista que tirou a seleção de uma fila de 28 anos. Em um momento, Rodrigo De Paul começou a puxar um canto de torcida que provoca o Brasil, mas foi rapidamente repreendido por Lionel Messi, que se negou a zombar do vice-campeão da competição; confira o vídeo:

A Argentina venceu o Brasil por 1 a 0 no Maracanã, com gol de Di María. Anteriormente, o última título da seleção vizinha tinha sido a Copa América de 1993. Durante todo esse tempo, os hermanos até chegaram em diversas finais de campeonatos, mas sempre bateram na trave.

Messi conquistou seu primeiro título pela seleção argentina e se tornou favorito ao prêmio da Bola de Ouro. Ele tinha chegado com seu país nas finais da Copa América de 2007, 2015 e 2016, além da Copa do Mundo de 2014. Depois de derrotas frustrantes e até cogitar aposentadoria da seleção, ele conseguiu a taça.

Na Copa América de 2021, Messi foi eleito o melhor jogador, o artilheiro (4 gols) e líder de assistências (5). Aos 34 anos, ele conquista um dos poucos títulos que lhe faltava. Após tirar o peso da fila de 28 anos, a Argentina se fortalece para a Copa do Mundo de 2022. Depois de ótima temporada pelo Barcelona, o camisa 10 pode ser eleito novamente o melhor jogador do mundo.

LEIA MAIS: 

Messi favorito à Bola de Ouro? veja quem são os principais candidatos ao prêmio
Messi e Cristiano Ronaldo terminam como artilheiros da Copa América e da Eurocopa
Neymar revela o que disse para Messi após a final da Copa América e exalta o argentino: “Esse cara é f…”