Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Olimpíadas: Brasil joga bem e vence EUA no vôlei masculino

Brasil consegue jogar bem nas Olimpíadas de Tóquio para vencer os Estados Unidos em 3 sets 1 em ótima atuação de Lucarelli

Fabrício Carvalho
Jornalista formado / Rio de Janeiro. Redator de notícias, artigos e relatos sobre futebol nacional e internacional, basquete e esportes americanos.

Crédito: Julio Cesar Guimarães/COB

TÓQUIO 2020 - VÔLEI MASCULINO
 Brasil         30 25 25 25
 Estados Unidos 32 23 21 20

O Brasil venceu a seleção dos Estados Unidos no vôlei masculino por 3 sets 1 na madrugada desta sexta-feira (30) nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Diferentemente dos confrontos onde conseguiu vencer e da contundente derrota para a Rússia, a seleção brasileira conseguiu uma atuação acima da média para vencer os norte-americanos.

No início da partida, os EUA marcaram pontos consecutivos e assustaram os brasileiros, mas os ajustes foram feitos durante o tempo técnico, trazendo o Brasil para o jogo.

O equilíbrio permaneceu até o fim do longo primeiro set que durou 42 minutos. Porém, a vitória foi dos Estados Unidos por 32 a 30 após falha na recepção.

Houve novamente equilíbrio no início do segundo set, mas o Brasil começou a se distanciar a partir do 8º ponto, abrindo 13 a 9.

Os Estados Unidos conseguiram reagir e empataram em 15 a 15, mas o Brasil conseguiu se distanciar novamente contando com ótima atuação de Lucão. No entanto, quando parecia que encaminharia a vitória do set abrindo 22 a 18, os EUA empataram novamente.

Brasil venceu segundo set e manteve-se bem no jogo

Mas desta vez, o Brasil superou os erros com pontos cedidos em falhas individuais e conseguiu fechar o segundo set em 25 a 23.

No terceiro set, a seleção brasileira se distanciou a partir dos aces consecutivos de Lucarelli, abrindo 10 a 7. Os EUA tentaram reagir novamente, mas os brasileiros dominaram o restante do segundo set, fechando em 25 a 21.

Os norte-americanos tentaram equilibrar novamente com um forte início no quarto set, chegando a abrir 7 a 4, principalmente com intervenções de Anderson que chegava a 21 pontos no jogo.

Mas o Brasil tinha Lucarelli inspiradíssimo no saque para ajudar a seleção brasileira com a construção de uma forte vantagem de 18 a 13 no quarto set. Porém, houve nova inconsistência em manter a vantagem e os EUA reduziram para 18 a 16.

A vantagem chegou a cair para um ponto, mas o Brasil reagiu a partir do 20 a 19 e estabeleceu grande vantagem de 23 a 20 para chegar ao match point com tranquilidade e fechar o jogo em 25 a 20, praticamente garantindo a seleção brasileira nas quartas de final.

LEIA MAIS