Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Olimpíadas: Galvão Bueno faz aposta e diz quantas medalhas o Brasil deve ganhar em Tóquio

Depois de ter o palpite ‘copiado’, Galvão Bueno mudou sua aposta e demonstrou otimismo com o Time Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio

Danielle Barbosa
Jornalista. Escrevendo para o Torcedores desde 2014.

Crédito: Reprodução/TV Globo

O narrador Galvão Bueno aproveitou a transmissão da Cerimônia de Abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio nesta sexta-feira (23) e lançou o ‘bolão’ para apostar quantas medalhas o Time Brasil irá conquistar nas Olimpíadas do Japão. Na aposta, Galvão questionou a quantidade total de medalhas, mas sem especificar se seriam de outro, prata ou bronze.

Brisbane vai receber os Jogos Olímpicos de 2032; veja detalhes

“Vou abrir aqui o nosso bolão. Esqueçam ouro, prata e bronze. Medalhas olímpicas são históricas. Vamos pensar em número de medalhas”, começou Galvão Bueno. O repórter Carlos Gil apostou em 21 medalhas para o Brasil; o ex-judoca Flávio Canto afirmou que a delegação brasileira irá voltar com 20 medalhas. A ex-ginasta Daiane dos Santos apostou em 22 pódios para o Time Brasil e acabou influenciando a aposta do narrador.

Galvão Bueno também iria indicar 22 medalhas, mas mudou sua aposta. “Roubou meu palpite. Eu iria de 22 [medalhas] e o Flávio Canto já até sabia disso. (…) Eu tô quase subindo para 23 pra não ficar igual a Daiane. Vou apostar em 22 + 1, pronto. Eu tinha até feito uma conta aqui, mas vou subir uma aqui”, disse o narrador, explicando onde prevê que o Brasil irá conquistar medalha.

“Vôlei de quadra e praia, coloquei três [medalhas]. Skate e surfe, coloquei três. Judô e vela, três. Canoagem, duas. Pensei em duas de natação porque o [Bruno] Fratus não vai participar do revezamento, decidiu só pelos 50m, e a Ana Marcela Cunha é favorita. No atletismo eu pensei em duas também. Ginástica, não menos que duas. Futebol eu tô colocando uma só, mas eu acho que vão ser duas”, resumiu Galvão. “Eu sou otimista de natureza, vou para 23 medalhas. Tô achando que você vai ganhar, Daiane, mas para não ficar igual, vou apostar em 23”, completou.

A comentarista Fabi, ex-jogadora de vôlei falou em 20 medalhas; enquanto o jornalista Marcos Uchôa palpitou em 19 pódios.

Jogos Olímpicos de Tóquio 2020:

O Time Brasil para a disputa das Olimpíadas de Tóquio é a maior do país em Jogos Olímpicos disputados no exterior, com 302 atletas e 18 reservas, segundo informações do jornal ‘Folha de S.Paulo’ – essa é a primeira vez que a delegação brasileira ultrapassa a marca de 300 atletas em uma edição do evento realizada fora do próprio país. O recorde geral é da Rio-2016, quando o Brasil teve 465 representantes.

Ao todo, serão disputadas 46 modalidades em Tóquio, com o Brasil participando de 35 delas. O destaque fica por conta dos cinco novos esportes do programa olímpico. São eles: Surfe, skate, caratê, escalada esportiva e beisebol/softbol.

Confira todas as modalidades: Basquete, Basquete 3 x 3, Tiro com arco, Ginástica artística, Nado artístico, Atletismo, Badminton, Beisebol e Softbol, Vôlei de praia, Boxe, Canoagem Slalom, Canoagem velocidade (sprint), Ciclismo BMX corrida, Ciclismo BMX Freestyle, Ciclismo – mountain bike, Ciclismo de estrada, Ciclismo de pista, Saltos ornamentais, Hipismo, Esgrima, Futebol, Golfe, Handebol, Hóquei na grama, Judô, Caratê, Maratona aquática, Pentatlo moderno, Ginástica rítmica, Remo, Rugby, Vela, Tiro, Skate, Escalada, Surfe, Natação, Tênis de mesa, Taekwondo, Tênis, Ginástica de trampolim, Triatlo, Vôlei, Polo aquático, Halterofilismo e Luta.

LEIA MAIS:
Olimpíadas: urso tenta invadir estádio de softbol antes de jogo e deixa polícia ‘em alerta’
Olimpíadas: Pelé homenageia Marta: “Sua conquista significa muito mais que um recorde pessoal”

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes