Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Olimpíadas: jogadora do Palmeiras ironiza e comemora eliminação de Arthur Nory em Tóquio: “Que pena”

Arthur Nory era uma das esperanças de medalhas para o Brasil em Tóquio, mas não conseguiu se classificar para a final olímpica

Danielle Barbosa
Jornalista. Escrevendo para o Torcedores desde 2014.

Crédito: Divulgação/Palmeiras

Um dos principais nomes da ginástica artística brasileira, Arthur Nory iniciou os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 como um dos candidatos a conquista de medalha para o Brasil, mas acabou falhando nas duas únicas apresentações em que tentava buscar classificação para final no Japão e deu adeus à disputa da Olimpíada no Japão. E teve gente que comemorou o resultado negativo do atleta, como a atacante Ary Borges, jogadora do Palmeiras.

Aniversário CLUBE EXTRA

Clique e veja as melhores promoções!

“Nossa o Nory foi eliminado? QUE PENA”, escreveu a jogadora em um post cheio de emojis de carinhas sorridentes.

Desabafo após a eliminação:

Em entrevista à TV Globo após a eliminação, Arthur Nory desabafou e relembrou o episódio de racismo em que esteve envolvido em 2015, quando comparou a cor de pele do seu ex-companheiro de equipe, Ângelo Assumpção, com um saco de lixo. Durante a semana, o caso voltou à tona e ganhou grande repercussão nas redes sociais. O ginasta brasileiro, medalha de bronze na Rio-2016, também revelou ter tido depressão.

Olimpíadas: caso de racismo volta à tona e Arthur Nory lamenta repercussão antes dos Jogos Olímpicos

“Eu tive muito medo, fiquei muito acuado para tudo. Eu estou abrindo meu coração de verdade. Tudo o que aconteceu na minha história desde o episódio de racismo de 2015 vem à tona sempre que eu apareço. Então é um processo de amadurecimento diário, de entender e melhorar. A gente tem que buscar esses erros e melhorar. Assim como no esporte. Mas, no esporte, essa chance é só de quatro em quatro anos. Mas é aprender com isso e melhorar, para fazer diferente em Paris”, disse Nory.

“Fico sempre acuado, pensando em colocar o sorriso no rosto, brigando comigo para isso. E nestes últimos anos vêm isso muito forte, e no momento que você desabafa, assume, vem muita paulada. Venho tomando muita paulada agora e não vou mais me esconder. Vou assumir essa responsabilidade. Foi ano difícil, tive burnout, depressão, tive que parar um tempo, voltar, focar na barra. E estou aqui em mais uma Olimpíada. Atleta, ser humano, a gente erra”, completou.

As melhores notícias de esportes, direto para você

 

LEIA MAIS:
Brisbane vai receber os Jogos Olímpicos de 2032; veja detalhes
Olimpíada de Tóquio: goleada consagra Marta e maiores artilheiras do Brasil com Pia

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes