Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Paysandu entra em crise e Vinícius Eutrópio não deve seguir no clube na sequência da Série C

Vinícius Eutrópio foi contratado em maio no Papão da Curuzu

Wilson Pimentel
Jornalista esportivo desde 1998. Cobriu os principais eventos esportivos da última década. Passou pelas redações do SBT, Record TV, CNT, Esporte Interativo, Rádio Tupi, Rádio Brasil e Rádio Manchete. É correspondente de veículos de comunicação da Colômbia, Croácia, Paraguai e Portugal. Está no Torcedores.com desde 2019.

Foto: Divulgação/ Paysandu

Após resultados ruins na Série C do Campeonato Brasileiro, o técnico Vinícius Eutrópio está balançando no cargo de treinador do Paysandu. O Torcedores.com apurou que o trabalho dele não está agradando a diretoria bicolor e tem chances de deixar o cargo.

Até o momento, Vinícius Eutrópio comandou o Paysandu em nove oportunidades. Nesse ínterim, foram três vitórias, quatro empates e duas derrotas. Além disso, o time marcou nove gols e sofreu oito. Com 13 pontos, o Papão ocupa a quinta colocação no grupo A.

O que pesa contra Vinícius Eutrópio é o fato de o time ter chegado em julho sem definições, com um time titular que muda muito e desorganizado em campo mesmo com tempo para trabalhar na Curuzu.

Por outro lado, a falta de um técnico experiente e que se encaixe na realidade financeira do Paysandu pode ser aliado de Vinícius Eutrópio. Isso porque o presidente Maurício Ettinger não tem mostrado vontade de gastar muito dinheiro com profissionais mais rodados.

Ainda segundo apurou a reportagem, o Paysandu vai analisar todas as possibilidades antes de decidir o futuro treinador. Porém, a falta de apoio de conselheiros nos bastidores pode acelerar a saída de Vinícius Eutrópio do clube.

Bastidores

Em meio a tudo isso, o presidente Maurício Ettinger tem recebido ligações de empresários, representantes e intermediários do mercado da bola oferecendo nomes de treinadores com e sem experiência.

De acordo com informações obtidas pela reportagem, o dirigente recebeu a indicação de dois nomes que estão disponíveis no mercado. Paulo César Gusmão, com passagens por grandes clubes, está livre desde que exerceu o cargo de coordenador técnico do o Vasco em 2020.

Além do veterano, Thiago Larghi, ex-técnico do Atlético-MG, também foi colocado à mesa do mandatário bicolor. Seu último trabalho foi no Goiás no último Campeonato Brasileiro. Ele acumulou experiência trabalhando ao lado de Osvaldo de Oliveira no Botafogo em 2013.

As melhores notícias de esportes, direto para você

    

 

LEIA MAIS: 

Campeão Brasileiro com o Fluminense, ex-lateral de Chelsea e Internazionale é oferecido ao Paysandu

Ex-Vasco, primo de Messi e irmão de Maxi Biancucchi negocia com o Paysandu 

Paysandu desiste de contratar Bruno César e encerra negociação com ex-Vasco, Corinthians e Palmeiras 

Mercado da bola: Campeão da Libertadores é oferecido ao Paysandu, mas diretoria descarta contratação 

Cláusula de produtividade e interesse europeu, são os entraves do Paysandu para fechar com Bruno César