Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Como a possível transferência de Cristiano Ronaldo pode ser ruim para o Palmeiras

Clube italiano quer envolver atacante brasileiro na transferência de Cristiano Ronaldo para o City comandando por Pep Guardiola

Danielle Barbosa
Jornalista. Escrevendo para o Torcedores desde 2014.

Crédito: Valerio Pennicino/Getty Images

Depois de Messi no Paris Saint-Germain e os fortes rumores de que Kylian Mbappé pode trocar o clube francês para ser anunciado como reforço do Real Madrid, outra novela promete agitar o mercado da bola do futebol europeu até o fim do mês, quando fecha a janela de transferências, no dia 31 de agosto. O português Cristiano Ronaldo está disposto a deixar a Juventus e o Manchester City, comandado por Pep Guardiola, é apontado como principal possível destino. E o Palmeiras está de olho na negociação.

De acordo com a imprensa internacional, Cristiano Ronaldo já tem um princípio de acerto com o Manchester City, restando ‘apenas’ o acerto entre o clube inglês e a Juventus. No início da semana, a emissora “Sky Sports” informou que a Velha Senhora estaria disposta a liberar o português um ano antes do fim de seu contrato por 25 milhões de euros (cerca de R$ 154 milhões na cotação atual) ou em uma troca por Gabriel Jesus. E é aqui que entra o interesse do Palmeiras.

+ Palmeiras monitora interesse da Juventus em Gabriel Jesus; veja como o clube pode faturar com uma eventual negociação

Responsável por revelar Gabriel Jesus, o Palmeiras tem direito a receber uma porcentagem de aproximadamente 2% sobre o valor total de qualquer transferência internacional envolvendo o atacante – a regra é válida pelo mecanismo de solidariedade da Fifa.

O Palmeiras ainda pode faturar pela cláusula de mais-valia, presente no contrato celebrado com o Manchester City na transferência de Gabriel Jesus, em 2016. Nessa cláusula, o clube Alviverde tem direito a receber mais 5% sobre a diferença entre a quantia que City desembolsou para contratar o jogador e a que vai receber na transferência seguinte, pela venda do atacante. Se o atacante for envolvido em uma troca, no entanto, o Verdão não receberá nenhum valor pela negociação – nem pelo mecanismo de solidariedade da Fifa e nem pela mais-valia.

Vale destacar que, segundo a “Sky Sports”, o Manchester City não quer desembolsar o valor pedido pela Juventus e também não está disposto a abrir mão do atacante brasileiro.

Gabriel Jesus está em alta com o técnico Pep Guardiola, que não poupou elogios ao camisa 9 após a goleada do City sobre o Norwich por 5 a 0, pela rodada da Premier League. “É um jogador que gosta de jogar mais aberto do que nas posições centrais. Uma das razões pelas quais sou treinador nos melhores momentos da minha carreira é quando se pode trabalhar com pessoas, humanos como o Gabriel”, disse.

“Os melhores momentos são quando você pode trabalhar com as pessoas. Ele [Gabriel Jesus] nunca reclama, joga cinco minutos, joga os cinco melhores que consegue. Ele é um jogador importante para nós. Ele merece o melhor na vida porque é tão generoso”, completou o espanhol.

Leia também:
Mbappé fora do PSG? Veja os prováveis destinos do atacante francês
Presidente do PSG  pressiona Mbappé: “Não há mais desculpas aqui”
Messi no PSG: os números da parceria com Neymar no Barcelona
Neto revela motivo que pode o tirar da Band: “Eu peço liberação”
Messi fala sobre a chance de enfrentar o Barcelona: “Claro que vai ser estranho”Mbappé no Real Madrid? Veja como ficaria a provável escalação do clube merengue com o francês
Jornal detalha bastidores da saída de Messi do Barcelona e diz que clube informou desistência da renovação por telefone

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes