Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Dembelé, Griezmann e Coutinho: As contratações que ajudaram o Barcelona a aumentar a dívida de R$ 8 bilhões

Presidente do Barça anunciou que dívida já passa de R$ 8 bilhões; boa parte dela se deve a negociações de atletas

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Divulgação/Site Oficial do Barcelona

A situação financeira do Barcelona é bastante complicada, com o time, segundo seu presidente Joan Laporta, devendo cerca de 1,35 bilhão de euros (algo em torno de R$ 8 bilhões). Uma dívida que pode ter ligação com uma série de contratações feitas pelo clube e que não deram certo.

Aniversário CLUBE EXTRA

Clique e veja as melhores promoções!

O Uol Esporte levantou que, pelo menos três delas, tiveram grande participação no aumento de gastos que tornou a dívida do Barça bilionária. Estas são Ousmane Dembelé, Antoine Griezmann e um brasileiro, Philippe Coutinho. O trio chegou a peso de ouro para o Camp Nou e nenhum deles conseguiu se firmar dentro da equipe blaugrana.

A escalada da dívida

O começo da trajetória de dívidas com contratações foi em 2017, com Dembelé. O francês foi trazido do Borussia Dortmund por 135 milhões de euros como uma das sensações do futebol europeu na época e também como ‘resposta’ a ida de Neymar para o PSG.

No entanto, a ‘resposta’ acabaria causando muitas dúvidas. O atacante nunca se firmou no elenco, sofrendo com muitas lesões. Nos quatro anos em que defende a equipe da Catalunha, jogou 118 vezes, com 30 gols marcados. Mas perdeu algo em torno de 100 partidas com os mais variados problemas médicos, afetando sua performance dentro do clube.

O brasileiro Philippe Coutinho veio também bastante badalado pelo sucesso no Liverpool. O meia custou 145 milhões de euros, na negociação firmada no começo de 2018. Mas foi outro nome caro que chegou para não se tornar titular absoluto da equipe, além de lidar com lesões. Atuou em 90 partidas, marcando 23 vezes.

Foram muitos altos e baixos de Coutinho no Barcelona, tanto que acabaria em 2020 emprestado para o Bayern de Munique, onde também não se firmou como titular absoluto. Mas o meia brasileiro acabaria tendo parte num dos momentos mais vergonhosos da história do Barça, os 8 a 2 em agosto de 2020, nas quartas de final da Liga dos Campeões. Jogando pelo time alemão, marcou dois em cima dos catalães.

Artilheiro pelo Atlético de Madrid, Griezmann chegou ao Barcelona depois de muita especulação. Mais uma contratação de grande gasto (120 milhões de euros) para a diretoria blaugrana para se tornar um dos homens-gol em Camp Nou. Mas também não mostrou a que veio na equipe catalã e isto pode ter um bom motivo: Lionel Messi.

Rumores de problemas de relacionamento entre ambos surgiram e os dois atletas também não se davam bem dentro de campo. Até mesmo a saída do craque para o PSG acabou caindo na conta do francês, que foi vaiado apontado como um dos ‘culpados’, já que o orçamento do Barça não permitiria a permanência do argentino. Desde que chegou ao clube, foram 35 gols em 100 jogos.

LEIA TAMBÉM

Copa do Mundo no Catar faz data da final da Libertadores 2022 ser alterada; veja os detalhes

Mercado da bola: Cano confirma propostas de times da Série A e revela motivo para permanecer no Vasco

E o Róger Guedes? Veja tudo sobre a situação da chegada do atacante ao Corinthians

Mercado da Bola: Barça oferece Coutinho em troca de atacante do Arsenal

Cicinho detona Abel Ferreira por polêmicas e dispara contra treinador do Palmeiras: “Chiliquento”

Filho de lenda do Barcelona treina com o time do Benfica

Casagrande aponta três times que vão disputar o título do Brasileirão e avalia possível “surpresa” no campeonato

Palmeiras? Internacional? Léo Baptistão fica próximo de acerto com outro clube da Série A