Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Paralimpíadas: Cátia Oliveira vai à semi do tênis de mesa e já garante medalha; David Freitas cai

Brasileira Cátia Oliveira venceu italiana nas quartas, enquanto David Freitas perdeu de mesatenista francês nas oitavas

Mário André Monteiro
Jornalista com passagens por Portal iG, Fox Sports e Osasco Audax. Atualmente editor do Alemanha FC (http://www.alemanhafc.com.br). No Twitter: @alemao_mario e no Instagram: @marioalemao

Crédito: CPB

Com um jogo bastante agressivo, a brasileira Cátia Oliveira se classificou à semifinal da Classe 1-2 do tênis de mesa nas Paralimpíadas de Tóquio 2020 e garantiu mais uma medalha para o país.

Como não há disputa de terceiro lugar na modalidade, Cátia já tem, pelo menos, o bronze garantido. Mas a mesatenista vai em busca do ouro nos Jogos.

Ex-jogadora de futebol, Cátia Oliveira derrotou a italiana Giada Rossi na madrugada desta sexta-feira (27) e segue firme na briga por medalha.

A brasileira venceu por 3 a 0 em 34 minutos de partida. As parciais foram 11/8, 11/9 e 11/6.

Na semifinal, a adversária será a sul-coreana Su Yeon Seo. A partida deve acontecer nesta sexta-feira (28), por volta de 23h40.

Já na Classe 3 da chave masculina do tênis de mesa, o brasileiro David Freitas enfrentou o francês Florian Merrien nas oitavas de final e acabou sendo derrotado, dando adeus à disputa individual.

Merrien fez 3 a 0 sobre David, parciais de 11/6, 11/8 e 11/1.

LEIA TAMBÉM

Paralimpíadas de Tóquio 2020: Confira o quadro de medalhas completo

Especial Paralimpíadas: conheça os esportes e como eles são disputados

Paraguai é um dos cinco países estreantes em Jogos Paralímpicos; veja quais são as outras nações

Brasil terá 257 atletas nos Jogos Paralímpicos de Tóquio; saiba mais sobre a delegação

Paralimpíada de Tóquio 2020 espera superar recorde da audiência televisiva do Rio 2016

De Stoke-Mandeville a Tóquio: conheça a história das Paralimpíadas

Paralimpíadas: Com brasileira na lista, conheça 10 jovens estrelas que devem brilhar em Tóquio

Paralimpíadas: Craque do futebol de 5 do Brasil, Ricardinho aceita comparação com Neymar