Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Andrés Sanchez diz que dívida do Corinthians é menor do que se imagina

Ex-presidente ainda revelou receita do clube

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016, radialista na Paiquerê 91,7.

Crédito: Divulgação/Corinthians

O ex-presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, revelou qual é a “real” dívida do Corinthians, já que o balanço anual apontou que o Timão teve uma disparada nos valores e a dívida registrada está em R$ 977,4 milhões.

Segundo ele, os valores saltaram por conta da falta de receita da Neo Química Arena em meio à pandemia. Vale lembrar que o estádio se paga, ou seja, tudo o que é consumido e toda a receita da Arena é usada para pagar seu financiamento. Sem isso, o clube tem que arcar com os custos.

Além disso, todos os valores que podem se tornar dívidas entraram no balanço que tem sido feito pela nova diretoria. Andrés, então, em entrevista ao podcast Inteligência Ltda. revelou quais seriam os valores “reais” da dívida do Corinthians. Veja:

“É óbvio que a dívida do Corinthians deu uma disparada e um dos motivos é a Arena, não tem receita de jogo na Arena, óbvio que isso endividou o clube. Se o clube deve hoje R$ 900 milhões, R$ 300 milhões são de Profut, que está refinanciado para ser pago em 20 anos. São quase R$ 200 milhões de coisa de prefeitura, CT, do terreno antigo do Parque São Jorge, de estacionamento… Coisa que estão brigando. Como tem essa dúvida toda do que é dívida, se tem dívida, foi colocado tudo no balanço, mas o que o clube deve hoje está entre R$ 350 milhões e R$ 400 milhões.”

Leia também:

Siga o autor

Instagram

As melhores notícias de esportes, direto para você