Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Em apresentação no Santos, Velázquez quer estrear rápido pelo clube

Zagueiro disse que quer fazer sua estreia pelo Peixe neste sábado (18) diante do Ceará

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Divulgação/Site Oficial do Santos

O Santos apresentou nesta quinta-feira (16) mais um reforço para a temporada. O zagueiro uruguaio Emiliano Velázquez chegou ao clube e já quer mostrar seus serviços ao técnico Fábio Carille e ao torcedor santista.

Na apresentação, onde recebeu o número 61 de André Mazzuco, executivo de futebol do clube, o zagueiro afirmou que espera poder fazer sua estreia no Peixe já neste sábado quando a equipe enfrenta o Ceará, pelo Campeonato Brasileiro. O atleta poderia ter estreado durante o Bahia, mas uma suspensão vinda do futebol espanhol deve que ser cumprida.

“Tem tempo que venho treinando, há algumas semanas. Fisicamente, estou me sinto melhor. O que me falta é ritmo de jogo, mas isso se consegue jogando. Espero que eu possa jogar no sábado. Estou com muita vontade. Quero estar no campo que é onde eu gosto de jogar”, declarou Vélazquez.

“Cada dia de treino e sem poder jogar me gerava uma ansiedade, de mal estar. Gosto muito de jogar, de sempre estar em campo. Por sorte estou disponível no sábado., Tomara que a estreia aconteça”, completou.

E o que o torcedor do Santos pode esperar do novo reforço? Velázquez projeta que será um zagueiro que sempre se colocará na disputa de cada lance para defender a área santista e também um jogo para ajudar seus companheiros de time a conseguirem superar a fase.

“Sou um jogador que dará muito de si, que disputará toda bola como se fosse a última. Organizar para que meus companheiros tenham melhor desempenho e que joguem de maneira mais fácil. E como eu sempre digo, com 110% de atitude”, disse o uruguaio, que falou também sobre uma possível força de liderança no elenco do Peixe.

“Não sei se liderança, mas quero ajudar quando puder. Se jogar, claro que jogando. Se não, dar apoio nos treinamento e organizando. Que meus companheiros me escutem para facilitar o trabalho”, comentou.

LEIA TAMBÉM

Pandemia causou uma queda de quase 25% das receitas dos principais clubes do Brasil

O resumo da 1ª rodada da fase de grupos da Champions League 2021-22

Gilberto brinca sobre volta de Daniel Alves: “Disputar vaga com Nino”

Borussia Dortmund quer Werner para ser substituto de Haaland

Atacante chinês do Santos tem multa rescisória milionária; saiba o valor

Volta ao Santos? Soteldo recebe salário astronômico na MLS; veja os valores

Venda? Diretor do Santos avalia futuro de Marinho: “Jogador valorizado no mercado”

Dirigente do Santos fala em ‘ato criminoso’ após ameaças a Tardelli

As melhores notícias de esportes, direto para você