Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Denunciado no STJD, Gabigol pode pegar gancho pesado por chamar o futebol brasileiro de “várzea”

Atacante do Flamengo ficou furioso após ser expulso contra o Internacional

Bruno Romão
24 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Buda Mendes/Getty Images

O cartão vermelho de Gabigol, em Flamengo x Internacional, será alvo de julgamento por parte do STJD em 17 de setembro. No duelo, em que o Rubro-Negro foi goleado, o atacante foi expulso por bater palmas em direção ao árbitro e classificar o futebol brasileiro como “várzea”. Sendo assim, o possível gancho pode variar de uma a seis partidas.

Mercado em CASA

Clique aqui para ter 50% off!

“O atacante do Flamengo foi expulso no jogo com o Internacional, em 8 de agosto, e responderá por conduta contrária à disciplina ou à ética, duas vezes. Aos 17 minutos da etapa final, Gabigol recebeu o segundo cartão amarelo por bater palmas, diversas vezes, em direção ao árbitro. Enquanto deixava o campo de jogo, o atacante rubro-negro ainda disse: ‘Isso é uma piada! Por isso que o futebol brasileiro é essa várzea!’, palavras que foram ouvidas pelo assistente número um”, afirmou o STJD.

BASES DA DENÚNCIA

Diante disso, Gabigol foi enquadrado duas vezes no artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva. Isso porque ele “assumiu qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva” e “desrespeitou os membros da equipe de arbitragem e reclamou desrespeitosamente contra suas decisões”.

Além da expulsão, o fato de Gabigol ter exposto sua irritação pesou na denúncia. Por conta disso, a Procuradoria do STJD acredita que a categoria dos árbitros de futebol foi desrespeitada e a atitude camisa 9 do Flamengo não deve passar impune.

“Este fato também se revela de extrema gravidade porque foi direcionado ao quarto árbitro da partida e com o nítido propósito de expor os profissionais à retaliação pública, eis que próximo das câmeras da televisão e de captação de áudio. A frase do denunciado, ao indicar que o futebol brasileiro é uma várzea por causa dos juízes de futebol, ofende toda a categoria e deve ser severamente punido por este órgão judicante”, afirmou a Procuradoria.

LEIA TAMBÉM

As melhores notícias de esportes, direto para você

 

Bruno Henrique, Hulk e mais: veja o top-10 de principais finalizadores do Brasileirão no 1° turno

Gabigol, Deyverson e mais: confira os jogadores que mais perderam chances de gols no Brasileirão

Gabigol se aproxima de marca histórica no Flamengo e deve superar Zico; entenda

Titular absoluto? Diego avalia possível chegada de David Luiz no Flamengo: “Temos o elenco mais forte da América Latina”

7 jogadores que começaram a temporada com sequência, mas perderam espaço no Brasileirão

Brasileirão encerra primeiro turno com time praticamente rebaixado e Grêmio com risco de queda; veja números

Neymar e Casemiro lideram ‘trote’ na seleção, que tem Gerson cantor e discurso de novatos; assista

Top-5: Veja os jogadores que mais perderam chances de gol no Brasileirão