Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Jornalista que pediu demissão do SporTV diz que Globo “proíbe” que funcionários falem bem de Bolsonaro

O jornalista ainda comentou sobre o que acontece com quem faz o contrário

Rogério Araujo
Jornalista formado pelo Centro Universitário de Brasília - UNICEUB. Colaborador do Torcedores desde 2017. Dono do canal Séries e Filmes no Instagram.

Crédito: Reprodução

O jornalista Fred Ring, que pediu demissão do SporTV no ano passado, onde trabalhava como apresentador do programa “Tá na Área”, comentou em uma postagem feita no Instagram da página Fui Clear que a Globo proíbe falar bem do governo do presidente Jair Bolsonaro.

Aniversário CLUBE EXTRA

Clique e veja as melhores promoções!

Na publicação, o perfil questiona se os funcionários da Globo “são proibidos de se manifestar” de forma positiva ao Governo Federal. Fred então deixou o seguinte comentário: “Sim! São proibidos!”

Em resposta a um seguidor, o jornalista ainda disse que pessoas da Globo são “canceladas” caso falem a favor do presidente e de seu governo.

As revelações do jornalista, hoje apresentador do grupo Jovem Pan, foram feitas após atos em apoio e contra Bolsonaro nesta terça-feira, quando foi comemorado o dia 7 de Setembro no Brasil.

“Quando expõe, são criticados ou “cancelados” das panelas”, escreveu ele.

Saída do Grupo Globo

Ring deixou o SporTV, onde trabalhava desde 2016, após um polêmico post em uma rede social em que dizia que o Corinthians tinha um “apito amigo” e que era favorecido no Campeonato Paulista. Na época, o apresentador disse que hackers haviam invadido sua conta.

LEIA TAMBÉM:

Torcida se empolga com golaço de Roger Guedes em estreia, mas Corinthians empate com Juventude; veja memes

Muricy critica fala de Daniel Alves e aponta grande erro do São Paulo