Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Vasco antecipa fim de contato e cria da base fica livre no mercado

Guilherme Costa tinha contrato com o clube carioca até o fim da atual temporada

Wilson Pimentel
Jornalista esportivo desde 1998. Cobriu os principais eventos esportivos da última década. Passou pelas redações do SBT, Record TV, CNT, Esporte Interativo, Rádio Tupi, Rádio Brasil e Rádio Manchete. É correspondente de veículos de comunicação da Colômbia, Croácia, Paraguai e Portugal. Está no Torcedores.com desde 2019.

Crédito: Divulgação/ Vasco

Antes de mais nada, o Vasco entrou em acordo para liberação do atacante Guilherme Costa antes do fim de seu contrato. O jogador, portanto, está livre no mercado para assinar com qualquer clube. Dessa forma, a equipe de São Januário não irá receber uma compensação financeira no caso de uma transferência.

Mercado em CASA

Clique aqui para ter 50% off!

O Torcedores.com apurou que a saída estava alinhada há duas semanas. Porém, faltava as partes formalizarem o desligamento do jogador de 27 anos que vinha treinando normalmente no clube.

Guilherme Costa estava fora dos planos do Vasco para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro. Sem perspectiva de ser utilizado pelo técnico Fernando Diniz, ele foi autorizado a procurar um novo clube para dar prosseguimento a sua carreira longe de São Januário.

O fim antecipado do contrato em acordo entre as partes foi adiantado em três meses o encerramento da ligação entre o atacante e o Vasco. A princípio, a saída de Guilherme Costa representa uma economia de R$ 50 mil por mês.

Com sondagens de clubes da Série B Campeonato Brasileiro, Guilherme Costa não disputa uma partida oficial desde fevereiro de 2020. Ou seja, está há 19 meses inativo.

Seu último jogo foi pelo Copa do Brasil. Na ocasião, ele atuou 45 minutos na derrota por 2 a 0 para a Chapecoense, no Estádio Elcyr Resende, em Saquarema. O resultado negativo marcou a eliminação do Verdão da Região dos Lagos.

A carreira de Guilherme Costa

Nascido no Rio de Janeiro, Guilherme Costa Machado Silveira é cria do Vasco. Ele é integrante, inclusive, da geração que revelou o goleiro Jordi Martins, do Paços de Ferreira, o zagueiro Luan, do Palmeiras, o lateral-esquerdo Henrique, do Lyon, entre outros.

Em 2013, Guilherme Costa foi promovido ao elenco principal pelo técnico Adilson Batista. De lá para cá, o atacante disputou 24 partidas e marcou dois gols. Apesar de ser tratado como promessa, o jogador nunca conseguiu se formar com a camisa vascaína.

Nos últimos anos, por exemplo, ele foi emprestado em sequência ao Bragantino, Boavista, Vitória e CRB. No entanto, teve passagem sem protagonismo pelos clubes. Dessa forma, a diretoria do Vasco decidiu liberá-lo em virtude do rendimento abaixo do esperado no período em que esteve fora de São Januário. 

As melhores notícias de esportes, direto para você

    

 

LEIA MAIS: 

Apontado como o sucessor de Fred, “carrasco” da base é a novidade do Fluminense para enfrentar o Cuiabá 

Joel Carli tem lesão detectada e deve perder próximos jogos do Botafogo 

Internacional anuncia contratação de ex-lateral do Vasco para o Gauchão Feminino