Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

CBF fecha “maior patrocínio do mundo”, mas terá que cumprir exigência de empresa

Patrocínio milionário será exclusivo por exigência da empresa

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016, radialista na Paiquerê 91,7.

Crédito: Divulgação / CBF

A CBF fechou um patrocinío milionário com a empresa Neoenergia, segundo revelou o diretor comercial da entidade, Lorenzo Perales, em entrevista ao podcast ‘Dinheiro em Jogo’, do Globoesporte.com.

Porém, a CBF tem uma missão com o “maior patrocínio do mundo”, segundo disse o próprio dirigente: investir a totalidade dos valores no futebol feminino.

“Fecham o maior patrocínio do mundo hoje, que é da CBF, da Neoenergia, que é uma companhia que vai investir no Brasileirão feminino e na seleção feminina do Brasil. Fechamos uma parceria gigantesca com eles. É uma empresa de energia com compromissos gigantescos. Hoje, no Core Business deles, as mulhores são um dos principais ativos. Fechamos essa parceria e foi muito interessante, porque em contrato eles pediram que todo o investimento que fizeram na CBF, que fosse todo para o futebol feminino, então temos essa obrigação”, disse o diretor espanhol da CBF, que seguiu.

“Foi a primeira companhia que fez um investimento solo, unicamente no futebol feminino. Antes os patrocinadores que tínhamos faziam investimentos no masculino e no feminino, mas hoje o negócio único e parceiro fica 100% no mundo feminino. A primeira vez que teremos um naming righs para o Brasileirão Feminino.”

Os valores não foram divulgados, mas os naming rights do Brasileirão feminino começam a valer a partir de 2022.

Leia também: