Home Futebol Diretor da CBF diz que a seleção brasileira pode ser o produto mais rentável do mundo e explica como fazer isso

Diretor da CBF diz que a seleção brasileira pode ser o produto mais rentável do mundo e explica como fazer isso

Dirigente acredita que CBF pode ter produto ainda maior com a seleção

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016. Radialista na Paiquerê 91,7.
Neymar e Raphinha seleção brasileira

Foto: Divulgação/CBF

PUBLICIDADE

A seleção brasileira pode não estar em seu melhor momento na história, mas segue sendo um produto rentável e valioso nas mãos da CBF. Quem garante isso é o diretor comercial da entidade, Lorenzo Perales, em entrevista ao podcast “Dinheiro em Jogo”, do Globoesporte.com.

Segundo ele, a CBF é o produto mais importante do futebol mundial, o que pode gerar a criação de um ‘DataLake’.

“Temos o potencial de ser o primeiro DataLake (tipo de repositório que armazena conjuntos grandes e variados de dados brutos em formato nativo) do mundo. O produto ‘seleção brasileira’ é o mais importante do futebol mundial, e eu não estou falando com base em dados do Brasil, estou falando com dados do mundo. Existem milhões de dados. A relação como você vê os patrocinadores é diferente de como você enxerga os clientes.”

PUBLICIDADE

Em termos técnicos, Perales citou “B2B” e “B2C” para explicar como pretende fazer a seleção se aproximar mais do público. O “B2B” significa “businesse to business”, ou seja, “empresa com empresa”, enquanto “B2C” significa “business to consumer”, ou seja, “empresa com o cliente”.

“O modelo tradicional de B2B não é único, tem que explorar, tem que trabalhar com negócios B2C. As fontes de receitas hoje vem em maioria do B2C.”

Leia também:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE