Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Após sete anos, Edmundo está de volta à TV Bandeirantes

Nas redes sociais, o ex-jogador se disse animado para trabalhar no canal da família Saad

Octávio Almeida Jr
Jornalista graduado pela Universidade da Amazônia (UNAMA), 28 anos.Repórter de campo pela Rádio Unama FM em duas finais de Campeonato Paraense (anos 2016 e 2017). Repórter no site Torcedores.com desde 2018.

Crédito: Transmissão Fox Sports

O ex-jogador Edmundo está de volta à TV Bandeirantes para exercer a função de comentarista. A informação foi oficializada pelo próprio ídolo do Vasco, nas redes sociais.

Ele reestreia neste domingo (17 de outubro), no programa Terceiro Tempo. Edmundo já trabalhou na emissora da família Saad, mas saiu após ser contratado para trabalhar nos canais Fox Sports.

“A foto do crachá será essa. O lugar que vou usar este crachá será novamente a Band. Começo domingo no Terceiro Tempo com o Milton Neves”, publicou.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

“Estou muito motivado por voltar ao lugar onde fui muito feliz durante quase 7 anos”, completou Edmundo.

Carreira como comentarista

Depois de pendurar as chuteiras, ele assintou contrato com a Rede TV, onde começou a carreira de comentarista. Ele ficou na emissora televisiva entre 2009 e 2010.

Depois foi para a TV Bandeirantes, até ser contratado pela Fox Sports, onde ficou entre 2016 e 2020.

Edmundo anuncia retorno à TV Bandeirantes

Leia também:

Edmundo diz “ter certeza” que Pará e Rodinei “são do nível do Rafinha”; torcedores ironizam: “piada”

Edmundo cita possível má vontade dos jogadores e diz: “estão jogando o nome da seleção na lama”

Após pistolada, Milton Neves manda beijo para companheira de TV Band e diz: “rainha dos merchans”

Milton Neves erra ao vivo, chama Edílson de Denílson e diverte colegas

Durante intervalo, Neto xinga e quase dá bolada em narrador da Band; veja

Polícia prende suspeito de matar neto de Luciano do Valle

Quando morrer, Pelé não será reconhecido no Brasil como Maradona na Argentina, diz Neto