Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Ex-zagueiro do Atlético-MG é o novo técnico de gigante da América do Sul

Julio César Cáceres disputou 44 partidas com a camisa alvinegra em duas passagens pelo Galo

Wilson Pimentel
Jornalista esportivo desde 1998. Cobriu os principais eventos esportivos da última década. Passou pelas redações do SBT, Record TV, CNT, Esporte Interativo, Rádio Tupi, Rádio Brasil e Rádio Manchete. É correspondente de veículos de comunicação da Colômbia, Croácia, Paraguai e Portugal. Está no Torcedores.com desde 2019.

Crédito: Divulgação/ Julio César Cáceres

Antes de mais nada, o Olímpia anunciou a chegada de Julio César Cáceres como novo técnico da equipe. Ex-jogador do clube, ele assume o time nesta reta final de temporada. Com 12 pontos, o “Rei de Copas” foi o lanterna do Campeonato Clausura.

Funcionário do Olímpia desde 2019, Julio César Cáceres teve passagem bem-sucedida como técnico nas divisões de base. Nesse ínterim, venceu o Campeonato Paraguaio Sub-17 e Sub-20. E revelou jogadores como Diego Duarte, Gustavo Peralta, Hugo Quintana, Luís Zárate e Max Ortellado.

Após ser promovido, Julio César Cáceres assinou contrato até o fim da atual temporada. O Torcedores.com apurou que a extensão do vínculo está condicionada a conquista da Copa do Paraguai que dá vaga na Libertadores da América de 2022.

Julio César Cáceres é o quinto técnico do Olímpia somente nesta temporada. Antes dele, Néstor Gorosito, Sérgio Órteman, Álvaro Gutiérrez e Enrique Landaida passaram sem sucesso pelo clube alvinegro.

Cáceres teve duas passagens pelo Atlético-MG

Revelado pelo Olímpia, Julio César Cáceres defendeu clubes como o Nantes (FRA), River Plate (ARG), Ginástic de Tarragona (ESP), Tigres (MEX), Recreativo (ESP), Boca Juniors (ARG) e Guaraní (PAR). E teve duas passagens pelo futebol brasileiro.

Em 2005, o ex-zagueiro foi contratado com status de “novo Gamarra” pelo Atlético-MG. Ele se destacava mais pela liderança, personalidade, virilidade, catimba e violência do que propriamente pela técnica. Afinal, não perdoava as canelas adversárias.

Apesar de ter conquistado a Massa Atleticana, o paraguaio integrou o elenco que ficou marcado pelo primeiro rebaixamento da história do clube no Campeonato Brasileiro. Naquele ano, disputou 20 partidas e fez três gols com a camisa alvinegra.

Cinco anos depois, Cáceres retornou ao Atlético-MG após excelente passagem pelo Boca Juniors. Em 2010, por exemplo, o defensor foi peça importante do time que se livrou da queda para a segunda divisão. Nesse ínterim, disputou 24 partidas e venceu o Campeonato Mineiro. 

As melhores notícias de esportes, direto para você

    

 

LEIA MAIS: 

Uruguai espera resposta de Aguirre e avalia nomes para o lugar de Tabárez; ex-Flamengo é oferecido 

Fortaleza conta com investidor para comprar Marcelo Benevenuto do Botafogo 

Messi pede troca de camisas e surpreende ex-lateral do Flamengo: “não a vendo nem maluco” 

Atlético-MG assina contrato com três atletas indicados por olheiro que descobriu atacante que está na Premier League