Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Presidente Bolsonaro está proibido de ir assistir a final da Libertadores da América; Entenda

Partida entre Flamengo e Palmeiras decidirá a Libertadores da América neste sábado; pelo segundo ano seguido os brasileiros dominam a competição

Matheus D'Avila
Colaborador do Torcedores

Crédito: Divulgação

O presidente Jair Bolsonaro está proibido de assistir a final da Libertadores da América no próximo sábado no Uruguai. De acordo com as regras da Conmebol, apenas pessoas vacinadas contra a Covid-19 terão acesso ao estádio. Como resultado, o presidente brasileiro mais uma vez ficará afastado do evento. Na sua agenda oficial, Bolsonaro estará em um evento em Resende, no Rio de Janeiro, na formatura de cadetes da Academia Militar das Agulhas Negras no momento da partida entre Flamengo e Palmeiras.

Conforme os protocolos de segurança estabelecidos pela Conmebol, todas as pessoas que pretendem assistir a grande decisão da Libertadores da América, sejam autoridades ou torcedores comuns, precisam estar devidamente vacinadas com as duas doses contra a Covid-19 (dependendo do laboratório da vacina). Como o Governo do Brasil não confirmou presença do presidente, a entidade e os órgãos de segurança de Montevidéu não organizaram nenhuma escolta especial para Bolsonaro. O que confirma que não há a intenção de comparecer nem mesmo na cidade.

Apesar de ser um fã do futebol, o presidente brasileiro ficará fora de mais uma final continental. Em 2020, no duelo entre Palmeiras e Santos, Bolsonaro também não foi assistir o confronto no estádio Maracanã. Recentemente, também por não ter se vacinado, a autoridade brasileira não esteve presente na final da Copa América de 2021, decidida entre Brasil e Argentina.

Por fim, cabe lembrar que o presidente Jair Bolsonaro não está vacinado por escolha própria, apesar das recomendações da Organização Mundial da Saúde e do Ministério da Saúde para que o faça.

Autoridades confirmadas

As autoridades confirmadas para o confronto deste sábado entre Flamengo e Palmeiras são: o presidente do Uruguai, Luis Alberto Lacalle Pou, e o presidente da Conmebol, Alejandro Dominguez. Os presidentes do Palmeiras e do Flamengo, Mauricio Galiotte e Rodolfo Landim, respectivamente, foram liberados da tribuna das autoridades. Em comunicado oficial, a justificativa é que dessa forma os mandatários poderão “extravasarem as emoções” com maior liberdade.

Sábado, às 15h30, tem Palmeiras x Flamengo no SBT, é a grande Final da Libertadores 2021. Acompanhe pela tv ou www.sbt.com.br/aovivo #GrandeFinalnoSBT

Quais jogos e onde assistir nesta sexta-feira 26 de novembro de 2021

Zinho faz alerta sobre problema do Flamengo para final da Libertadores: ‘Pode ser um fator negativo’

Libertadores: 20 fatos curiosos que talvez você não saiba