Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Torcedores do West Ham compram ingressos, mas estão proibidos de entrar em jogo pela UEFA; entenda

Equipe inglesa não terá apoio de seus fãs em duelo da Liga Europa, contra o Rapid Viena, da Áustria, no próxima dia 25

Álvaro Logullo Neto
24 anos, formado em Jornalismo pela Universidade de São Paulo e, desde 2021, redator de esportes no Torcedores.com. Por aqui, um pouco de tudo: tênis, basquete, NFL, Fórmula 1, esportes olímpicos e Fiorentina... digo, futebol!

Crédito: Agence France-Presse

Uma medida tardia da UEFA surpreendeu o West Ham e complicou a vida de cerca de milhares de torcedores do time de Londres. Isso porque a entidade anunciou, nesta semana, que não permitirá a entrada de fãs dos Hammers no Allianz Stadion, casa do Rapid Viena, da Áustria. O jogo acontece no próximo dia 25 e é válido pela quinta rodada da fase de grupos da Liga Europa.

O motivo do banimento se dá, segundo à UEFA, a confusões causadas pela torcida do West Ham no último duelo da equipe no torneio, contra o Genk. Na ocasião, em 4 de novembro, uma pequena parte dos apoiadores dos Hammers forçou as catracas da Cristal Arena, estádio do time belga, entrando de maneira ilegal. Sendo assim, a entidade decidiu dar uma partida de punição para o West Ham. Isso significa, portanto, que o time não terá seus entusiastas contra o Rapid Viena, na próxima rodada da competição europeia.

Campeonato Inglês 2021/22

Confira a classificação atualizada

West Ham aceita punição, mas reclama da demora

Nesta quarta-feira (17), o West Ham emitiu um longo comunicado no qual acata a decisão da UEFA. No entanto, a equipe inglesa reclama da demora no anúncio da punição, que se deu 11 dias após os incidentes. Para piorar, mais de 1.700 ingressos no setor visitante já haviam sido vendidos para torcedores dos Hammers. Muitos, aliás, já haviam gasto cerca de 500 euros com hospedagem na cidade de Viena.

Agora, o West Ham orienta estes fãs a NÃO viajarem para a Áustria, para evitarem mais sansões da UEFA. O clube condena as confusões causadas pelo pequeno grupo e afirma que está trabalhando para identificar os ‘baderneiros’. Além disso, ainda assegura que irá ‘recompensar’ os entusiastas que já haviam gasto dinheiro para irem ao duelo diante do Rapid Viena. Os Hammers lideram o grupo H da Liga Europa com 10 pontos em quatro jogos.

LEIA MAIS:

Manchester City prepara nova oferta para Harry Kane em tom de ‘ultimato’

Tem mercado? Em péssima fase, Callejón pode deixar Fiorentina já em janeiro

Brasileirão? Cinco técnicos já foram demitidos da Premier League em 11 rodadas

Juventus ensaia dar ‘chapéu’ em Mourinho por estrela de time alemão

Brasileirão Série A: CBF admite terceiro erro contra clube

Risco de demissão? Globo precisou fazer reunião para tratar de treta entre Pedrinho e Roger Flores

Conmebol pune árbitros de Brasil x Argentina por tempo indeterminado

Brasileirão: Diego Souza se torna o 7º maior artilheiro da história; veja ranking

Brasileirão Série A 2021: confira a tabela completa do campeonato

Brasileirão Série B 2021: confira a tabela completa do campeonato