Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Brasileirão: Veja os seis técnicos que podem deixar os clubes na próxima temporada

Torcedores.com separou quem ainda tem futuro incerto no comando das equipes para 2022. Clubes de São Paulo podem sofrer com mudanças após o Brasileirão

Rafael Brayan
Estudante de jornalismo. Colaborador especialista e editor-plantonista do Torcedores.Twitter: @rafaelbrayan_

Crédito: Rodrigo Coca/Corinthians

O Brasileirão está chegando ao fim. Com a última rodada do campeonato marcada para esta quinta-feira (9), muitas mudanças devem acontecer nos clubes nos próximos dias. Algumas delas podem ser a troca de técnicos para a próxima temporada. O Torcedores.com separou quem ainda tem futuro incerto no comando das equipes para 2022.

Nesta segunda-feira (6), o São Paulo venceu o Juventude e garantiu a permanência na Série A do Brasileirão. Em entrevista coletiva, o técnico Rogério Ceni não confirmou a sequência de trabalho no próximo ano. “Eu não tenho planos para 2022. Nós temos mais três dias aqui ainda. E 2022 fica para frente”, disse o comandante e ídolo do Tricolor Paulista.

Outros três clubes do estado de São Paulo também correm risco de trocar de técnico. Vencedor de duas edições da Libertadores em 2021, o técnico português Abel Ferreira ainda não confirmou a permanência no comando do Palmeiras. Com saudade da família e crítico do calendário nacional, o comandante pede uma valorização salarial e reforços de peso.

O Santos também garantiu a permanência na Série A do Brasileirão na próxima temporada e ainda sonha com uma vaga na pré-Libertadores para a próxima temporada. Enquanto isso, o técnico Fábio Carille ainda não acertou a sequência de trabalho, mas destacou que deseja ficar na Vila Belmiro. “Intenção de permanecer existe, sim”, disse.

Na Neo Química Arena, o técnico Sylvinho atingiu a meta estabelecida pela diretoria, classificou o Corinthians para a fase de grupos da Libertadores, mas é alvo de críticas da torcida e divide a opinião de dirigentes do clube. A cobrança para um desempenho melhor em meio a bons resultados criou a incerteza sobre o futuro do comandante no clube em 2022.

O Brasileirão também terá grandes mudanças no Rio Grande do Sul. O Grêmio deve demitir o técnico Vagner Mancini para a próxima temporada – que corre grandes riscos de acontecer na segunda divisão do Campeonato Brasileiro. O técnico foi contratado para livrar o clube da zona de rebaixamento e deve terminar 2021 rebaixado para a Série B.

Do outro lado, o Internacional também deve perder Diego Aguirre. Em meio a atuações ruins nas últimas rodadas do Brasileirão e com poucas chances de jogar a Copa Libertadores no próximo ano, o clube colorado deve ver o seu técnico sendo contratado para comandar a seleção do Uruguai em 2022. Por isso, a diretoria gaúcha estuda nova opção para o futuro.



LEIA TAMBÉM:

Mercado da bola: veja as estrelas da Europa que podem jogar o Brasileirão

Renata Fan critica Flamengo após saída do técnico Renato Gaúcho

Corinthians terá quatro desfalques contra o Grêmio; veja quem está fora

Palmeiras: Leila Pereira promete investir pesado em contratações

Mercado da bola: Especulações com Talisca, FM, Cavani, Pedro e mais

Libertadores 2022: 40 times já estão classificados; veja a lista

Galvão Bueno deixa Renato Gaúcho de lado e aponta substituto ideal de Tite na seleção

Cabem no seu time? 7 laterais que podem assinar contrato em 2022

Vini Jr no topo e sem Neymar: os brasileiros com mais gols nas principais ligas