Torcedores – Notícias Esportivas

Cruzeiro quita parte das dívidas com receitas adiantadas de 2022

Clube gerido por Sérgio Santos Rodrigues mal colocou as mãos no dinheiro da transmissão do Mineiro do ano que vem e já repassou

Wemerson Ribeiro
Formado em Jornalismo pela Universidade Anhembi Morumbi, com passagem pelo Portal R7, como estagiário, na editoria de Esportes.

Crédito: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Para se livrar do fantasma das dívidas que rondaram o clube nesta temporada, o Cruzeiro antecipou parte da receita de 2022 e vai utilizá-la para quitar dívidas. A grana que entrou na Raposa é referente à venda dos direitos de transmissão dos jogos em casa do Campeonato Mineiro do ano que vem.

Iate luxuoso de Michael Jordan é gigantesco e tem até quadra de basquete; veja

Os valores envolvidos no negócio chegaram à casa de R$ 5 milhões e já foram repassados ao Cruzeiro. O comprador da cota de exibição foi o portal O Tempo, que passará a exibir os compromissos da Raposa dentro de seus domínios por meio das plataformas digitais, ou seja, por streaming.

A maior preocupação do Cruzeiro neste momento é de reunir patrocinadores que possam ajudar o clube financeiramente na questão do transfer ban. Se não pagar a dívida que ultrapassa os R$ 15 milhões, o time de Luxemburgo continuará sem novos nomes por causa da proibição de contratações aplicada pela Fifa.

Em entrevista ao podcast Flow, o diretor técnico do Cruzeiro, Ricardo Rocha, explicou que o presidente do clube Sérgio Santos Rodrigues prometeu que isso seria resolvido até o final de dezembro. E já pensando nas próximas janelas, a Raposa terá o executivo Alexandre Mattos atuando nos bastidores a partir de 2022.

Veja mais:

Jogador do Benfica faz golaço ‘de costas’ no futsal; assista

Lula elogia Casagrande e explica torcida: ‘Corinthians é um estado de espírito’

Jogador do Aston Villa bate carro de R$ 1,1 mi em escola na Inglaterra