Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Em vitória do PSG, Mbappé quebra recorde histórico de Messi na Champions League

Sem Neymar, PSG vence com show de Mbappé e Messi na Liga dos Campeões

Paulo Foles
Jornalista, amante da escrita e apaixonado por esportes. Falo sobre futebol internacional, nacional e esportes americanos, principalmente NFL e NBA. Santista e apreciador do bom futebol. Twitter: @PaulFoles

Crédito: Getty Images

O PSG venceu o Brugge nesta terça-feira (7) na última rodada da fase de grupos da Champions League. No 4 a 1 no Parque dos Príncipes, Lionel Messi e Kylian Mbappé marcaram dois gols cada um e sacramentaram a goleada.

Com as duas bolas na rede, Mbappé bateu o recorde de Messi e se tornou o jogador mais jovem a chegar – e ultrapassar – a marca dos 30 gols na história da Champions. Ele fez isso em 2 anos e 352 dias de idade, enquanto o argentino ex-Barcelona fez com 23 anos e 131 dias.

Eleito o melhor da partida, Mbappé disse: “Nós queríamos aquecer a nossa torcida e foi o que fizemos. Podemos melhorar, mas hoje cumprimos o nosso trabalho”, comentou o camisa 7, em entrevista ao “Canal + Sport”.

O Paris Saint-Germain terminou em segundo no Grupo A da Champions League, atrás do Manchester City de Pep Guardiola. Com isso, os franceses enfrentarão algum primeiro colocado de outro grupo, em sorteio que acontece em 13 de dezembro; as eliminatórias serão apenas em fevereiro.

LEIA TAMBÉM

Vini Jr no topo e sem Neymar: os brasileiros com mais gols nas principais ligas

PSG goleia Brugge com show de Mbappé e Messi na Champions

Galvão Bueno deixa Renato Gaúcho de lado e aponta substituto ideal de Tite na seleção

Hulk iguala Gabigol em gols por clube e lista tem um novo nome: os atletas da Série A com mais gols na temporada

Brasileirão Série A 2021: confira a tabela completa do campeonato

Brasileirão Série B 2021: confira a tabela completa do campeonato

Craque de saída? Meio-campista do PSG se diz ‘arrependido’ e pede para deixar o clube em janeiro

Lewandowski revela tristeza por ter perdido a Bola de Ouro para Messi: “Sentimento amargo”