Torcedores – Notícias Esportivas

Corinthians pressiona muito, mas apenas empata com Ferroviária

Corinthians conseguiu um excelente desempenho no segundo tempo na estreia do Paulistão, mas a Ferroviária conseguiu segurar o empate fora de casa

Fabrício Carvalho
Jornalista formado / Rio de Janeiro. Redator de notícias, artigos e relatos sobre futebol nacional e internacional, basquete e esportes americanos.

Crédito: Ag, Paulistão

Corinthians  0-0  Ferroviária
Paulistão 2022 - 1ª Rodada

O Corinthians até pressionou, mas não saiu do zero diante da Ferroviária nesta terça-feira (25), na estreia da temporada 2022 na Neo Química Arena.

Entrando em campo sem surpreender na escalação, o Corinthians de Sylvinho chegou com linha de quatro jogadores tendo Du Queiroz à frente dos zagueiros, com Renato Augusto e Giuliano à frente e Willian aberto com Róger Guedes.

Também como esperado, a Ferroviária adotou marcação em bloco baixo e intermediário para tentar escapas em velocidade. Sem a bola, 5-3-2 e com a bola, 3-5-2 para aproveitar mais os alas.

Willian foi muito importante no primeiro tempo por quebrar linhas de marcação constantemente, mas foi de Giuliano a primeira chance de gol. Aos 8′, Willian cobrou falta e o meia desviou de cabeça para fora por pouco.

Aos 15′, Lucas Piton tomou a bola na intermediária e fez tabelinha com Róger Guedes para cruzar na área e Mantuan subir livre, mas também errou o alvo. Na sequência, Renato Augusto experimentou de longe e o goleiro espalmou.

Depois de conseguir bons momentos pressionando o goleiro adversário, o Corinthians só conseguiu finaliza novamente aos 28′. Róger Guedes dominou pela direita e cortou pelo meio chutando direto, mas a bola foi para fora.

Renato Augusto voltou a chegar perto de marcar aos 34′ depois de receber de Willian em ótimas condições. Na batida de primeira, Saulo fez ótima defesa e evitou o prejuízo antes do intervalo.

Ainda houve tempo para duas grandes jogadas individuais de Willian. Primeiro, recebeu e dominou para driblar os marcadores e parar no oleiro Saulo. Aos 39′, avançou pela direita com novos dribles e cruzou na área, mas ninguém acompanhou a jogada e a bola foi cortada facilmente.

Saulo voltou a salvar a Ferroviária aos 41′ em mais um entrosamento entre Willian e Róger Guedes. O meia cruzou na área com perfeição e o atacante testou firme, parando no goleiro adversário.

Corinthians cresceu muito no segundo tempo, mas não foi o suficiente para vencer a Ferroviária

O Timão voltou trocando passes no campo defensivo, mas logo assustou aos 3 com Fagner finalizar de canhota com longa distância e ver o goleiro Saulo salvar mais uma.

No entanto, apesar de voltar com a mesma intensidade com destaques para Fagner e Róger Guedes, o Corinthians não conseguiu aplicar o mesmo volume de pressão no terço final do campo.

A Ferroviária optou pelas entradas do atacante Hygor e do lateral Rafael Luiz para tentar mudar o panorama do jogo, enquanto Sylvinho acionou Gabriel Pereira e Paulinho nos lugares de Mantuan e Du Queiroz. Porém, quem conseguiu crescer e quase marcar foi a Ferroviária.

Aos 27′ de jogo, a maior chance do jogo foi desperdiçada pelos visitantes. João Lucas avançou com espaço pela esquerda e cruzou na área onde Hygor ganhou da marcação e aproveitou a saída errada do goleiro Cássio com bola sobrando com gol aberto, mas acabou indo para fora.

Na reta final, o Corinthians voltou a ocupar mais o terço final do campo e tentou utilizar principalmente do trio Renato, Fagner e Mosquito. Mas aos 29′, foi Paulinho quem ficou perto de abrir o placar após bate-rebate dentro da área, em bola defendida por Saulo.

Aos 35′, outra chance de ouro para o Timão surgiu no erro do corte do zagueiro Léo Rigo para Róger Guedes aproveitar a sobra. O atacante dominou e girou, mas bateu para fora em mais uma finalização fora do alvo.

Três minutos depois, Paulinho acabou perdendo outra chance clara. Lucas Piton cruzou na área e o volante cabeceou firme, em bola que saiu por muito pouco num momento que o Corinthians dominava completamente a reta final do jogo e pressionava bastante a Ferroviária.

E aos 41′, mais uma enorme chance do Timão. Paulinho e Róger Guedes construíram uma grande jogada até a a entrada da área onde sobrou para Piton levantar na área e Paulinho finalizar. Na sobra, a bola sobrou para Róger Guedes concluir, mas acabou vendo Marquinhos chegar antes e cortar no momento certo para evitar o gol do Corinthians.

Nos acréscimos, Fagner teve grande chance para marcar em cobrança de falta perigosa na ponta direita, mas acabou parando no corte de Marquinhos em lance que originou contra-ataque que foi paralisado devido à rápida transição do Timão no corte do próprio Fagner.

A torcida pediu pressa no final e Róger Guedes teve chance aos 49′ para finalizar dentro da área, mas acabou isolando e mandou para fora. E na última chance de gol, aos 50 minutos, Gustavo Silva rolou para Fagner na direita e Paulinho tentar de cabeça. Gil chutou na sobra e Saulo defendeu, fechando o jogo.

 

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 0-0 FERROVIÁRIA

Data: 25/01/2022, 21:30
Estádio: Neo Química Arena

Substituições – Corinthians : Gabriel Pereira (Mantuan); Paulinho (Du Queiroz); Gustavo Silva (Willian)

Substituições – Ferroviária: Hygor (Netto); Rafael Luiz (Murilo Rangel); Léo Rigo  (Arthur)

Corinthians (4-3-3): Cássio; Fagner, João Victor, Gil, Lucas Piton; Du Queiroz, Giiuliano, Renato Augusto; Willian, Gustavo Mantuan, Róger Guedes

Ferroviária (3-5-2): Saulo; Bernardo, Arthur, Didi; João Lucas, Marquinhos, Uilian Correia, Gegê  Murilo Rangel; Netto, Bruno Menzenga

 

LEIA MAIS: