Torcedores – Notícias Esportivas

Muricy fala o que falta no futebol brasileiro e dispara: “Tá chato”

O ex-treinador falou sobre o futebol brasileiro e apontou algumas dificuldades do nosso país

Jeferson Macedo
Colaborador do Torcedores.com.

Foto: Divulgação

Em entrevista ao Canal do Nicola, o ex-técnico do São Paulo, Muricy Ramalho falou sobre o momento do nosso futebol. Questionado sobre a falta de batedores de falta e um camisa 9, o ex-treinador disse que esses tipos de jogadores estão em falta no futebol brasileiro.

“Antes todos os times tinham um batedor de falta, que eram os caras que decidiam o jogo. Eu acho que isso é falta de repetição, hoje se joga tanto, que ficar lá treinando falta, não vai aguentar na parte muscular. De uns anos pra cá, o futebol brasileiro mudou bastante. O São Paulo tem esse 9, que é o Calleri, mas é difícil isso no Brasil”, disse.

Muricy também apontou algumas coisas que ele não está gostando no futebol atual. Para ele, muitas dessas questões estão deixando o esporte ‘chato’.

“Algumas coisas que eu não gosto, os jogadores estão caindo demais no campo. As vezes batem no peito e cara coloca a mão na cara. Tem essa mania de bater a mão no chão. Para o jogo toda hora, sabe. O futebol nesse sentido está chato. O goleiro toda hora cai”, disse Muricy.

Muricy também disse que está faltando o Brasil jogar ‘como Brasil’ e que o futebol brasileiro está se espelhando muito no futebol europeu.

“Houve uma troca, os europeus vieram aqui estudar nosso futebol e levaram nossa técnica embora. Aí, fomos lá e trouxemos a força física. Foi uma troca que não foi muito boa pra gente. Copiamos demais a força física. Tem que deixar o jogador jogar como brasileiro, incentivar o um contra um”, disse.

“Acho que estamos perdendo um pouco do que a gente sempre fez. É por isso que eles levam nossos jogadores embora, porque são atletas que fazem a diferença”, finalizou.