Home Mercado da Bola Inglaterra é o país que mais investe em contratações de jogadores; veja a lista

Inglaterra é o país que mais investe em contratações de jogadores; veja a lista

Premier League movimentou quase US$ 3 bilhões na última temporada, mais do que França e Arábia Saudita, somados

Flavio Souza
Formado em Gestão de TI e cursando Jornalismo. Desde 2006 escrevo sobre esportes em geral, ingressando em dezembro de 2018 no site Torcedores.com, onde atualmente exerço função de Colaborador Sênior. Atualmente meu foco é no futebol brasileiro e internacional, mas procuro falar sobre outras modalidades, como esportes olímpicos, por exemplo. Meu foco é trazer informações relevantes sobre os clubes fora de campo, como entrevistas, análises financeiras, desempenho das equipes em redes sociais e análises táticas.

Nos últimos anos, a Premier League se consolidou como uma das principais ligas do futebol mundial. Um dos fatores que contribuiu neste crescimento está nas finanças dos times ingleses. De acordo com estudo publicado pela Fifa, o país teve um gasto de US$ 2,960 bilhões (R$ 15,2 bilhões na cotação de hoje) em contratações de jogadores em 2022.

PUBLICIDADE

Conforme mapeado pela empresa Sports Value, especialista em marketing esportivo, esse valor é muito superior ao que outras ligas investiram no último ano. A França, por exemplo, investiu US$ 992 milhões (R$ 5,1 bilhões) enquanto a Arábia Saudita gastou US$ 970 milhões (R$ 4,9 bilhões).

Confira abaixo os maiores valores gastos com contratações em 2023 (em US$ milhões)

PUBLICIDADE

Jogadores brasileiros seguem movimentando altas cifras no mundo

O Brasil foi o 9º país no mundo que mais faturou com vendas de jogadores em 2023, com um total de US$ 315 milhões (R$ 1,6 bilhão), superando Argentina, Dinamarca e Ucrânia, mas ficando atrás da Bélgica.

Porém, essa situação se aplica apenas aos clubes, já que quando analisamos as transferências de jogadores brasileiros, as cifras são bem maiores, chegando em US$ 935 milhões (R$ 4,8 bilhões), atrás apenas de atletas franceses.

É uma diferença considerável, já que menos de 40% do valor arrecadado entra nos cofres dos times do Brasil.

Veja abaixo um resumo dos valores:

PUBLICIDADE

Destaque brasileiro na América Latina

O mercado latino-americano movimentou US$ 857 milhões em transferências de jogadores. O valor é 29% maior do que o que foi arrecadado em 2022. E o Brasil segue sendo o país que mais fatura com venda de atletas, seguido da Argentina.

Porém, um cenário chama atenção: o Brasil, que chegou a ter uma receita de US$ 383 milhões, vem apresentando queda nos últimos anos. O faturamento apresentou uma alta em 2023, mas com valores inferiores a época pré-pandemia.

Já a Argentina vem em um cenário de crescimento e conseguiu sua maior arrecadação dos últimos seis anos.

Liderança do Flamengo e crescimento do Palmeiras

Ainda em relação ao mercado de transferências, o histórico dos últimos oito anos mostra alguns números relevantes, que ajudam a entender a realidade financeira de alguns times.

PUBLICIDADE

O Flamengo se consolidou como uma das equipes com maior arrecadação em venda de atletas no Brasil. Já o São Paulo, que chegou a ser líder em transferências em 2017 e 2018 mostra uma queda nos últimos anos, apesar das cifras estarem acima da média do futebol brasileiro.

No caso do Corinthians, 3º clube com maior arrecadação somada, o estudo mostra uma queda nos anos pré-pandemia, mas com um crescimento considerável nos dois últimos anos.

O Palmeiras, 4º colocado no ranking, segue com um crescimento anual pós-pandemia. O valor arrecado em 2023 ainda é abaixo dos US$ 48 milhões em 2018, mas mostra um cenário de crescimento nos últimos anos.

Fechando o Top-5 do ranking, também com receita superior a US$ 200 milhões, aparece o Santos. Porém, em relação ao Peixe, temos que acompanhar como será esse faturamento nos próximos anos.

PUBLICIDADE

Veja abaixo um resumo das maiores receitas com transferências de jogadores no futebol brasileiro: