Leonardo Jardim sobre demissão do Mônaco: “ainda estou surpreso”

Durante entrevista a jornal francês, o agora ex-treinador do Mônaco Leonardo Jardim conta que até hoje ainda está surpreso com sua demissão

Luiz Mutschele
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: site oficial Mônaco

No final dezembro a demissão de Leonardo Jardim do Mônaco pegou muita gente de surpresa, pois não havia nem um ano de seu retorno a equipe, além de ter vencido três dos últimos quatro jogos na Ligue 1. Aparentemente um desses surpresos foi o próprio Leonardo Jardim, que em entrevista ao jornal francês L’Equipe comentou mais sobre o tema e falou dos problemas que teve na pré-temporada:

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

“A atual temporada começou muito mal. Só construímos a equipe no final de agosto e desperdiçamos a pré-temporada. Até o vice-presidente do clube assumiu a responsabilidade por esse mercado tardio, alegando falta de experiência”.

Leonardo Jardim referia-se a Oleg Petrov, que havia assumido o cargo em fevereiro de 2019. Ele comentou que a relação entre os dois nunca foi das melhores e que ele sequer era visto como o técnico ideal do vice:

“Nunca senti que era o treinador dele. Aos seus olhos era o treinador do presidente. A decisão tomada é um pouco consequência disso”.

O técnico ainda destacou a campanha de recuperação que a equipe vinha fazendo após o início ruim:

“É por isso que ainda estou surpreso com a decisão tomada no natal. Estávamos em condições de alcançar o objetivo, que era ficar no pódio. Se faltavam alguns pontos não era somente responsabilidade da equipe técnica”. 

Por fim Leonardo Jardim comentou sobre a reunião que teve após o natal, onde Oleg Petrov comunicou sua saída e lhe disse que o presidente havia tomado essa decisão a pedido dele. O Mônaco já trouxe Robert Moreno para seu lugar.

Leia mais:

Copa são Paulo de Futebol Júnior terá transmissão da TV Cultura em 2020

Danny Drinkwater retornará ao Chelsea na próxima semana

Dele Alli é o principal jogador do Tottenham desde a chegada de Mourinho

Germán Cano é a melhor aposta do Vasco para o ataque nos últimos anos