Ídolo do Arsenal, Paul Merson fala de problemas com depressão e alcoolismo: “Queria me matar”

Atleta do Arsenal entre 1985 e 1997, Paul Merson falou à BBC sobre problemas com a depressão e, e, também, com o álcool – problemas superados

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores.com e contador de histórias do esporte.

Crédito: Twitter/Reprodução

Em 2008, sites ligados ao Arsenal fizeram uma lista dos maiores ídolos da história do clube. Na posição de número 26, estava um atleta pouco conhecido no Brasil. Trata-se de Paul Merson, que jogou nos gunners entre 1985 e 1997. Neste sábado (04), o ex-atacante ganhou destaque na Inglaterra por conta de sua história de vida.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

O site da British Broadcasting Corporation (BBC) ouviu Paul Merson para ouvir como o ex-atleta superou dois graves problemas de saúde. Sobre a depressão, o inglês deixou claro que, para ele, o primeiro passo foi reconhecer que precisava se cuidar. “Agora eu sei que tenho uma doença. Antes, eu costumava me bater”, afirmou.

Já ao falar do alcoolismo que o afligia, Paul Merson desabafou. Falou que, na próxima segunda-feira (06), completará um ano sem ingerir álcool. Também comentou sobre como o problema o levou a pensar em suicídio. “Quando eu começar os jogos da FA Cup deste fim de semana, um minuto depois, lembrarei do momento em que as coisas ficaram sombrias e pensei: ‘Graças a Deus não é mais assim que me sinto’. No ano passado, nessa época, eu queria me matar. Hoje, não tenho mais esses pensamentos. Na segunda-feira, ficarei um ano sóbrio. Mantenho minha vida um dia de cada vez. Estou lhe dizendo isso, porque espero que ajude alguém”, finalizou.

Mais sobre depressão

Muitos atletas já falaram sobre depressão. Cristiane, Alex e Lucas Quintino são alguns deles. Corinthians x Bahia alertou sobre os perigos da doença, mas a torcida do Borussia Monchengladbach ignorou.

LEIA MAIS
Ozil é criticado por atuação em Arsenal x Manchester City: “Jogador que mais detesto no futebol”
Messi já esteve próximo de jogar no Arsenal, afirma ex-técnico gunner: “Na vida você vai passar por arrependimentos”
Mercado da Bola: de acordo com imprensa da Europa, autor de gol que decidiu Copa do Mundo é desejado pelo Arsenal – mais uma vez