Goleada e provocação de Ronaldinho: Jô relembra Atlético 4 x 1 São Paulo

 

Eder Bahúte
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Bruno Cantini

A sexta-feira foi especial para o torcedor do Atlético. Há sete anos, o Galo massacrava o São Paulo nas oitavas de final da Libertadores da América. Depois de vencer na ida por 2 a 1, no Morumbi, o Galo não tirou o pé na volta e aplicou uma goleada por 4 a 1, no Independência. Comandado em campo por Ronaldinho Gaúcho, os mineiros despacharam o time paulista.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Autor de três gols, Jô guarda com carinho aqueles embates entre Atlético e São Paulo no torneio sul-americano.

“Aquele jogo foi especial. Muitos não acreditavam, mas provamos que quando se acredita em um bom trabalho é possível colher frutos. Foram quatro partidas contra o São Paulo e perdemos apenas uma, que foi ainda na fase de grupos. Na etapa decisiva fizemos dois jogos fantásticos, foi praticamente perfeito, principalmente no Independência”, lembrou em entrevista ao canal do jornalista Henrique André.

‘Quando tá valendo, tá valendo’

Após carimbar a vaga para as quartas de final, Ronaldinho Gaúcho tirou uma casquinha do São Paulo. Jô vê como uma brincadeira sadia e que o próprio time adversário encarou de forma positiva.

“Acredito eu que os próprios são-paulinos levaram na esportiva, pois conheciam o caráter do Ronaldo, que ali era realmente uma brincadeira. Depois, dentro de campo ninguém desrespeitou ninguém. Naquela época, o futebol ainda permitia algumas provocações. Alguns irão lembrar que na vitória do São Paulo, na fase de grupos, falavam que se deixassem o bicho papão classificar seria difícil segurar. Aí depois o Ronaldo respondeu que ‘quando tá valendo tá valendo’. Foi uma brincadeira saudável”, contou Jô

LEIA MAIS: