Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Você sabia? Craque e campeão do mundo pela Alemanha é padeiro profissional

Profissionalização foi condição dos pais na juventude

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016, radialista na Paiquerê 91,7.

Crédito: Reprodução

Muitos lembram do ex-atacante Jurgen Klinsmann como um jogador moderno para sua época, com boa movimentação e crucial para a conquista da Alemanha na Copa do Mundo de 1990.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes
https://www.facebook.com/TorcedoresOficial

Além disso, brilhou na Inter de Milão, no Bayern de Munique e no Tottenham, onde teve três passagens e encerrou a carreira.

Klinsmann no Tottenham (Reprodução)

Mas o que poucos sabem sobre a vida de Klinsmann, que atualmente é técnico e chegou a comandar a seleção alemã na Copa do Mundo de 2006 e teve como último trabalho o comando do Hertha Berlin no início de 2020, é que ele é padeiro profissional.

Sim, um dos maiores craques do futebol alemão nos anos 1990, ídolo da Inter de Milão e campeão do mundo com sua seleção, é formado em um curso profissional de padeiro.

Isso porque seus pais, que mantinham uma padaria em Stuttgart, deram como condição para Jurgen iniciar sua vida no futebol que ele terminasse seu curso de padeiro, para caso tudo desse errado ele voltasse e comandasse o negócio da família.

O jogador nunca teve que exercer a profissão, mas ganhou um apelido. No início de sua carreira, no Stuttgart, era chamado de “filho do padeiro”.

Além de campeão do mundo em 1990, Klinsmann também conquistou a Eurocopa pela Alemanha em 1996.

Leia mais:
Há 19 anos, ídolo da Inter de Milão marcava e Colômbia conquistava único título de sua história

Há 35 anos, Bangu fazia história no Maracanã e chegava à final do Brasileirão

Há 37 anos, Grêmio batia o Peñarol no Olímpico e conquistava sua primeira Libertadores

Há 16 anos, Adriano marcava gol histórico e Brasil conquistava Copa América

Há 10 anos Iniesta entrava para a história e Espanha conquistava sua primeira Copa do Mundo