Há 35 anos, Bangu fazia história no Maracanã e chegava à final do Brasileirão

Time carioca atingia o ápice de sua história

Matheus Camargo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução

Em uma das semifinais de Brasileirão mais aleatórias de todos os tempos, o Bangu, há exatos 35 anos, batia o Brasil de Pelotas no Maracanã e chegava à decisão inédita do torneio.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes
https://www.facebook.com/TorcedoresOficial

A equipe, que contava com Marinho, o Bola de Ouro da competição e jogador de Seleção Brasileira, já havia vencido o jogo de ida, quatro dias antes, no estádio Olímpico, em Porto Alegre.

Seu time maltrata seu coração? 

Deixa que o Clude cuida dele para você!

Na volta, no dia 28 de julho de 1985, contou com o brilho deu sua dupla de ataque para não passar sufoco e chegar à final do Brasileirão.

O primeiro gol do jogo foi marcado por Ado, que marcou após saída do goleiro do Brasil de Pelotas.

Marinho empatou com um lindo gol de meia-bicicleta, já no segundo tempo. O atacante Bira, de bico, diminuiu para o time do Rio Grande do Sul.

Mas já no fim, Marinho recebeu bola açucarada de calcanhar e bateu forte para carimbar o passaporte do Bangu para a final do Campeonato Brasileiro de 1985. Relembre os gols:

View this post on Instagram

DIÁRIO DO BRASILEIRÃO #2 O jogo que poucos lembram deste dia 28 de julho foi realizado há exatos 35 anos e foi, para muitos, a semifinal de Brasileirão mais aleatória de todos os tempos. Bangu x Brasil de Pelotas fizeram o jogo de volta da semifinal do torneio no Maracanã e o time carioca viu o brilho de sua maior estrela reluzir para chegar à histórica decisão. O primeiro gol do jogo foi marcado por Ado, para o Bangu. O tento deu tranquilidade para a equipe, já que a ida, no Rio Grande do Sul, terminou também com vitória por 1 a 0 da equipe carioca. Mas Marinho, o Bola de Ouro do Brasileirão e jogador de Seleção, brilhou. Primeiro, aos 24 minutos do segundo tempo, marcou um golaço de meia bicicleta para ampliar. Após o gol de Bira, que diminuiu para o Brasil, Marinho voltou a marcar após passe de calcanhar para carimbar a vaga do Bangu na final do Brasileirão de 1985! Assista aos quatro gols de Bangu 3 x 1 Brasil de Pelotas 👆🏽 #bangu #brasil #brasildepelotas #pelotas #brasileirao #diariodobrasileirao #semifinal #campeonatobrasileiro #brasileirão #brasileiro #maracanã #marinho

A post shared by Matheus Camargo (@nostalgicosfc) on

A equipe carioca contou com a união de todos os torcedores cariocas na final contra o Coritiba, em jogo único no Maracanã, mas parou na forte defesa paranaense. A decisão foi para os pênaltis e o Coxa terminou como campeão do Brasileirão de 1985.

Leia mais:
Emocionado, Galvão Bueno exalta talento de Rodrigo Rodrigues e revela conversa com apresentador: “você é bom demais”

Quem é o “Samba Striker”, maior artilheiro brasileiro da história do Bayern e considerado lenda do clube alemão?

“Bem-humorado e muito querido”: Disney emite nota e lamenta morte de Rodrigo Rodrigues

Sem dupla de Ronaldos, Brasil venceu Copa América com convocação recheada de nomes “caseiros”; relembre