Clubes perderam patrocínios por escândalos envolvendo jogadores

Clube paulista perdeu parceira após caso Robinho

Matheus Camargo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Ricardo Saibun/Santos FC

Os patrocinadores assinam com os clubes por confiarem um bom retorno na mídia e por uma boa relação com o torcedor, mas alguns atos envolvendo os próprios atletas podem ferir o acordo e fazer com que os donos do dinheiro rompam os contratos.

Veja 3 clubes que perderam patrocínios por escândalos de atletas:

Santos
O Santos viu a empresa Orthopride romper o patrocínio após assinar contrato com Robinho, condenado em 1ª instância por estupro na Itália. Outros patrocinadores também ameaçaram romper acordos, até que o clube suspendeu a contratação.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Boa Esporte
O clube mineiro que disputa a Série C do Brasileirão contratou Bruno em 2017 e viu cinco patrocinadores romperem seus contratos, além da fornecedora de material esportivo.

Rio Branco-AC
O atual clube do goleiro Bruno perdeu o contrato da rede de supermercados Arasuper após assinar com o jogador, condenado pela pelo assassinato de Eliza Samúdio.

Leia mais:
Robinho critica feminismo e matéria “para vender jornal”, mas revela: “Me arrependo de ter traído minha esposa”

Robinho vê histórias “fora de contexto” e culpa imprensa: “Colocou coisas deturpadas a meu respeito”

Casagrande dispara após diálogos de Robinho sobre estupro: “A sociedade tem que parar de aceitar sacanagem como coisa normal”