Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Saiba quem são as sete maiores vendas do Santos na história

Confira os jogadores que mais renderam dólares em negociações em toda a história do Peixe. São as sete maiores vendas da história do Santos

Lucas Mello
Colaborador do Torcedores

Crédito: Rodrygo é a segunda maior venda da história do Santos, mas a que mais rendeu dinheiro ao clube - Ivan Storti/Santos FC

Os meninos da Vila sempre renderam muito dinheiro ao Santos. O clube fez algumas das maiores vendas do futebol nacional para o exterior, todos neste século. E a maioria das negociações foi de jogadores revelados no próprio clube.

Aniversário CLUBE EXTRA

Clique e veja as melhores promoções!

Confira abaixo as sete maiores vendas da história do Santos

*O valor das negociações é em Euro, moeda mais usada nas transferências internacionais.
*Conteúdo baseado nas informações do site TransferMarkt

7° – Geuvânio (meia) – Tianjin Quanjin-CHI (11 milhões de euros/ Janeiro de 2016)

Após uma excelente temporada 2015, com o vice-campeonato da Copa do Brasil e título paulista, o jogador de 23 anos foi negociado com o clube da segunda divisão chinesa, então treinado por Vanderlei Luxemburgo. O Santos detinha 35% dos direitos econômicos do jogador.

6° – Danilo (lateral-direito) – Porto-POR (13 milhões de euros/ Julho de 2011)

O lateral foi negociado logo após a conquista da Copa Libertadores. A venda aconteceu enquanto o jogador se preparava para disputar o Mundial sub-20 pelo Brasil. O Santos ficou com 75% do valor da negociação.

5° – Thiago Maia (volante) – Lille-FRA (14 milhões de euros/ Julho de 2017)

O volante foi negociado no meio da temporada de 2017. O clube ficou com 60% do valor da venda. O Santos tinha desejo de manter o jogador até o final da temporada, mas não conseguiu segurar a venda na ocasião.

4° – Robinho (ponta) – Real Madrid-ESP (25 milhões de euros/ Julho de 2005)

O atacante santista, de 21 anos, negociou sua ida à Espanha após a conquista de dois Campeonatos Brasileiros com o Santos, em 2002 e 2004. O jogador já era convocado constantemente pela seleção brasileira quando foi vendido. O valor foi pago pelos 60% dos direitos federativos que o time tinha do jogador.

3° – Gabriel Barbosa (atacante) – Inter de Milão-ITA (29,5 milhões de euros/ Agosto de 2016)

Na venda do atacante vice-campeão da Copa do Brasil, o Santos ficou com 18 milhões de euros. Gabigol foi vendido logo após conquistar o ouro olímpico pelo Brasil.

2° – Rodrygo (ponta) – Real Madrid-ESP (45 milhões de euros/ Junho de 2018)

A venda da jovem revelação santista foi a que mais rendeu dinheiro ao clube. O Santos ficou com 40 milhões de euros no negócio.  Como foi negociado com apenas 17 anos, Rodrygo ficou no Peixe até de julho de 2019, quando já tinha 18 anos.

1° – Neymar (ponta) – Barcelona-ESP (88,4 milhões de euros/ Maio de 2013)

A maior venda da história do futebol brasileiro também foi uma das mais polêmicas. O caso chegou a ser investigado e batizado de “Neymargate”. A venda aconteceu em maio de 2013. O jogador, já principal nome da seleção brasileira, se apresentou após a conquista da Copa das Confederações. Apesar da excelente venda, o Santos ficou com apenas cerca de 23,5 milhões de euros no negócio.

As melhores notícias de esportes, direto para você