Atlético pagou fortuna em três dívidas recentes na Fifa; veja soma dos valores

Atlético contou com apoio de mecenas para quitar pagamentos em aberto na Fifa

Eder Bahúte
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgacao/Atlético

Nas últimas semanas, o Atlético acertou o pagamento de três débitos pendentes na Fifa. Equipes estrangeiras recorreram à entidade máxima do futebol para cobrar valores que entendiam ter direito e não efetuados pelo Galo. Com a ajuda de seus investidores, o clube mineiro resolveu as situações de Guilherme Arana (Sevilla), David Terans (Rentistas) e Yimmi Chará (Junior Barranquilla).

Cerca de 23 milhões de reais foram utilizados para evitar punições. Com problemas financeiros, o Atlético novamente contou com o aporte dos “4 R’s”, mecenas do Galo responsáveis pela sustentação no caixa alvinegro. A informação foi dada por Rodrigo Caetano, diretor de futebol, em entrevista à Rádio Itatiaia.

Guilherme Arana

O Atlético pagou ao Sevilla, da Espanha, cerca de 12 milhões de reais pelo empréstimo do lateral-esquerdo. Na época da contratação, foi fechado um valor de 2,5 milhões de euros (R$ 11,7 milhões na cotação do dia).

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Veja também: Mercado da Bola: Galo vence concorrência com Fla e fecha com zagueiro

Vale lembrar que no meio do ano, o alvinegro será obrigado a comprar o jogador por mais 2,5 milhões de euros (R$ 16,3 milhões na cotação atual). Esta obrigatoriedade se deve a metas que tinha sido estabelecidas e alcançadas com sobras pelo atleta.

David Terans

No último dia 7, o Atlético comunicou o pagamento de R$ 5,8 milhões ao Rentistas, do Uruguai, pela contratação de David Terans, realizada em 2018 e encerrou um processo que já se estendia na Fifa.

Chará

Por último, o Galo quitou um valor em aberto com o Junior Barranquilla pela venda do atacante Ymmi Chará, para o Portland Timbers, dos Estados Unidos.

Os colombianos, que detinham 30% dos direitos econômicos do jogador, pleiteava o pagamento que era reconhecido Tribunal Arbitral do Esporte (TAS, na sigla em inglês).

LEIA MAIS: