Douglas revela bicho “gigantesco” pago por Andrés para Corinthians vencer rival: “Não podemos perder para esses filhos da p…”

Ex-meia do Corinthians revelou que os clássicos costumavam render boladas ao elenco

Bruno Romão
24 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Reprodução

Em entrevista ao canal “Duda Garbi“, Douglas revelou parte dos bastidores que viveu no Corinthians. Dessa forma, como jogou na época em que Andrés Sanches estava ocupando o cargo de presidente, o ex-mandatário máximo do Timão não gostava de perder os jogos diante do São Paulo. Isso porque existia uma disputa particular com Juvenal Juvêncio, e o prêmio por uma vitória no confronto costumava ser bastante alto.

“Teve uma época no Corinthians que a gente pegava um bicho f…, principalmente em clássico contra o São Paulo, era absurdo. Já peguei 90 ‘pau’ (mil). Cada um. Existia uma rivalidade f…, era forte pra c… Andrés contra Juvenal (Juvêncio). Os caras não se bicavam. O Andrés ficava cego pra c… falava: ‘Não podemos perder para esses filhos da p…’. É tanto se ganhar. Aquela vez contra o Grêmio, na cavadinha do Pato, estava perto disso“, declarou.

Além disso, Douglas, que atualmente integra o time de futebol de 7 do Grêmio, revelou que poderia estar disputando a Libertadores de 2021 pelo Olimpia. Porém, ele negou que estivesse na mira do Jorge Wilstermann, afirmando não ter condições físicas para jogar na altitude.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

“Tinha uma proposta do Olimpia. Não consigo correr aqui, nível do mar, iria correr na Bolívia? Foi ano passado (a proposta do Olimpia). Iria ficar longe. Sairia do Brasil e ia pro Paraguai?”, expressou.

LEIA MAIS