Meia do Fluminense entra na Justiça e pede rescisão de contrato

O jovem Miguel de 18 anos alega atraso de pagamento de reajuste salarial

Gabriel Neves
26 anos. Jornalista formado na Universidade Presbiteriana Mackenzie. Passagens por Footstats e Placar Uol. Participante do podcast ''As Quatro Forças''.

Crédito: Lucas Mercon/Fluminense

Na noite desta sexta-feira (8), o meia Miguel de 18 anos entrou com uma ação pedindo a rescisão unilateral de seu contrato com o clube. A informação foi divulgada em uma live no canal do Youtube de Marcelo Jorand e confirmada.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

É alegado no processo que Miguel não obteve o pagamento do reajuste salarial há quase um ano. O reajuste estaria previsto no contrato. Além disso, não houve recolhimento de parcelas do FGTS. O processo corre em segredo de Justiça na 9ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro. O contrato de Miguel com o Fluminense vai até março do ano que vemO Fluminense ainda não foi notificado judicialmente.

O jovem atleta completou 18 anos em março e até o momento não conseguiu espaço do jeito que gostaria na equipe principal do Fluminense. O meia chegou a ser titular na estreia do Carioca, diante do Resende, quando o time principal ainda estava de férias, mas passou mal no 1º tempo e foi substituído no intervalo. Na sequência sofreu com uma lesão muscular e passou a não ser mais utilizado.

Miguel foi promovido ao elenco principal muito jovem, aos 16 anos, em 2019 . O meia tem 20 jogos pelo profissional do Fluminense, 611 minutos jogados, quatro assistências e não chegou a marcar gol nenhuma vez.

LEIA MAIS:

Real Madrid, Barcelona e Juventus relatam ameaças para desistirem da Superliga

Na Inglaterra, clubes ligados à Superliga Europeia serão investigados pela Federação Inglesa de Futebol

Mercado da Bola: Fluminense acerta empréstimo de jogador para time da Série B