Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Bronze no judô, Mayra Aguiar desabafa após drama: ‘Valeu a pena!’

Brasileira passou por sete cirurgias antes de ganhar terceira medalha seguida em Olimpíadas. Decisão foi contra Yoon Hyun-ji, da Coreia do Sul

Wemerson Ribeiro
Formado em Jornalismo pela Universidade Anhembi Morumbi, com passagem pelo Portal R7, como estagiário, na editoria de Esportes.

Crédito: Reprodução / Twitter @timebrasil

A conquista da medalha de bronze no judô levou Mayra Aguiar às lagrimas, nesta quinta-feira (29), em Tóquio. A representante do Brasil sofreu com cirurgias na preparação olímpica e desabafou em entrevista.

Olimpíadas de Tóquio 2020: Confira o quadro de medalhas completo

“Acho que é a conquista mais importante para mim. Foi bem difícil esses últimos tempos e tem que superar de novo e de novo. Eu não aguentava mais passar por cirurgias. Eu estou tentando me acalmar, mas isso está sendo muito importante para mim”, declarou Mayra muito emocionada.

A judoca ainda contou sobre o drama vivido: “Eu tive medo, eu tive angústia. Mas eu acreditei e eu continuei, por pior que eu estivesse. Eu continuei e valeu a pena”.

Mayra não teve vida fácil na preparação para as Olimpíadas. Foram nada menos que sete intervenções cirúrgicas, sendo uma delas para reparar a ruptura de um ligamento no joelho esquerdo em setembro do ano passado.

Medalha e feito inédito

A porto-alegrense venceu a sul-coreana Yoon Hyun-ji em luta que terminou após imobilização por 20 segundos. É o terceiro bronze seguido da atleta que fez história ao se tornar a primeira mulher a subir no pódio em três edições das Olimpíadas pelo Brasil.

VEJA MAIS: