Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Olimpíadas: Bronze na natação, Scheffer diz que nadou feliz: ‘Sonhando’

Nadador gaúcho ficou em terceiro nos 200 metros livre em Tóquio 2020. Atleta, de 23 anos, quebrou um jejum de 25 anos sem medalha olímpica na modalidade

Marjoriê Cristine
Colaborador do Torcedores

Crédito: Satiro Sodré/CBDA

Um sonho. É como o nadador Fernando Scheffer definiu a medalha de bronze conquistada nos 200 metros livre nas Olimpíadas de 2020. O gaúcho, de 23 anos, conseguiu o tempo de  1min44s66, seu melhor tempo da vida, para garantir um lugar no pódio de Tóquio. A prova aconteceu na noite de segunda-feira (26), no Centro Aquático de Tóquio.

“Parece que só queria fazer a minha prova e nadar feliz. Nadei cada braçada, aproveitando cada metro. É uma sensação especial. Parece que estou sonhando ainda. A gente se prepara para isso, treina pensando na medalha”, disse o nadador ao canal SporTV.

+Tradição na natação? Confira os últimos medalhistas olímpicos do Brasil

Sem pressão

Scheffer afirmou que não sentiu pressão por estar em uma final olímpica. Muito menos por ter a chance de quebrar um jejum que durava 25 anos na modalidade. Em Atenas 1996, Gustavo Borges conquistou a medalha de prata nos 200 metros livre.

“Tento sempre tirar toda a cobrança possível. Eu nado para fazer o meu melhor na hora, só é muito difícil colocar isso na hora certa. Treinamos para isso”, completou o gaúcho.

O bronze do nadador de 23 anos aumentou ainda mais o número de medalhas da natação em Olimpíadas. Já são 15 pódios no total, com um ouro, quatro pratas e 10 bronzes até o momento. Apenas uma dessas medalhas foi conquistada por uma mulher. Na Rio 2016, Poliana Okimoto foi bronze na Maratona Aquática 10 mil metros. A maratonista foi a única atleta da natação que conquistou uma medalha nas Olimpíadas no Brasil.

LEIA MAIS:

Olimpíadas: Leonardo de Deus está na final dos 200 metros borboleta

Olimpíadas de Tóquio 2020: Confira o quadro de medalhas completo

Olimpíadas: Yasmin Brunet insinua que Medina foi “roubado” pelos juízes

Ítalo Ferreira vai para final atrás do ouro e Medina disputa o bronze nas Olimpíadas