Olimpíadas: Para especialista, Bolha da Vila Olímpica já está ‘meio furada’

Casos de Covid-19 entre atletas que disputam os Jogos de Tóquio-2020 e credenciados começam a surgir

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Divulgação/Site Oficial do COI

A promessa do Comitê  Olímpico Internacional (COI) era a de que as Olimpíadas de Tóqui0-2020 não sofressem com os impactos de um surto da Covid-19 na região da capital japonesa. Mas com o começo do surgimento de casos positivos entre atletas, tal promessa pode não ser cumprida.

E os riscos de um surto se intensificar para dentro ou até fora da Vila Olímpica existem. Para o ex-diretor do Instituto de Saúde da População do King’s College (em Londres), Kenji Shibuya,  a ‘bolha’ que o COI pensou ter montado para garantir que não houvessem contaminações pelo coronavírus pode estar se desfazendo.

“É óbvio que o sistema de bolha já está meio quebrado. Minha preocupação agora é se teremos um foco de infecção dentro da Vila ou em algumas acomodações e se haverão interações com a população local”, declarou Shibuya segundo o Uol Esporte,

Em declaração recente, o presidente do COI, Thomas Bach, garantiu que haveria ‘risco zero‘ de que houvessem contaminações pela Covid-19 de moradores de Tóquio durante o período das Olimpíadas. Até o momento, já foram detectados 67 casos entre os credenciados para os jogos e no domingo (18) foi anunciado o primeiro teste positivo de um atleta já na Vila Olímpica.

Com Tóquio vivendo em estado de emergência por conta de um aumento de casos da doença, o risco de que a realização dos Jogos Olímpicos espalhe a doença e variantes mais transmissíveis (como a Delta) também foi notado por Shibuya, que citou a falta de testes e de rigidez no controle de circulação de pessoas na Vila como fatores que também devem gerar preocupação.

LEIA MAIS

Jogos Olímpicos de Tóquio: confira todos os locais que vão receber a competição

Olimpíada de Tóquio: Italo Ferreira e Gabriel Medina fazem primeiro treino no Japão