Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Tóquio 2020: Gabriela Chibana perde para líder do ranking mundial e dá adeus aos Jogos

Judoca Gabriela Chibana não conseguiu fazer uma boa luta nas oitavas de final dos Jogos de Tóquio 2020

Mário André Monteiro
Jornalista com passagens por Portal iG, Fox Sports e Osasco Audax. Atualmente editor do Alemanha FC (http://www.alemanhafc.com.br). No Twitter: @alemao_mario e no Instagram: @marioalemao

Crédito: Reprodução TV

Depois de uma excelente estreia com vitória por ippon aos 15 segundos, a judoca brasileira Gabriela Chibana se despediu dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 na madrugada deste sábado.

Gabriela Chibana, da linha de frente contra Covid-19 para o tatame de Tóquio 2020

Chibana, que lutou peso-ligeiro feminino (até 48kg), foi eliminada nas oitavas de final pela número 1 do ranking mundial, Distria Krasniqi, de Kosovo.

Na estreia, Chibana venceu Harriet Bonface, de Malawi, aplicando um ippon em seu primeiro ataque.

Entretanto, contra a principal favorita e primeira cabeça de chave do torneio, a brasileira não conseguiu fazer muito e perdeu sofrendo um ippon. Faltava cerca de de 1m40s para o fim do duelo.

“Ainda não dá pra falar muito, só quero agradecer a todo mundo pela torcida. Desculpa, queria ter ido melhor, não sei o que falar. Eu fui uma luta de cada vez, estava focada na segunda luta, mas não sei”, disse a judoca em entrevista ao Sportv, chorando bastante.

“Fiz tudo que podia ter feito, treinei para isso”,  completou.

E MAIS

É justa a presença de atletas trans no esporte? Especialista avalia o debate polêmico

Tóquio 2020: Alerta de tufão anima surfistas, mas altera provas nas Olimpíadas

Tóquio 2020: Empilhadeira destrói equipamento de equipe favorita ao ouro olímpico