Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Casagrande diz que Daniel Alves foi uma decepção no São Paulo e ironiza lateral

Daniel Alves não veste mais a camisa do São Paulo; clube possui uma dívida com o lateral

Eder Bahúte
Jornalista e assessor de imprensa.

Crédito: Reproducao/TV Globo

A saída de Daniel Alves do São Paulo foi tema no Globo Esporte SP desta sexta-feira. Casagrande entende que a contratação do lateral-direito foi o pior negócio que o clube já fez. Na sua visão, o jogador está certo em cobrar a dívida, mas ficou devendo e muito dentro de campo.

– A contratação do Daniel Alves foi o pior negócio que o São Paulo fez nos últimos anos, porque criou uma dívida desnecessária, não teve um retorno técnico, nem de liderança, nem de nada. E outra coisa: não era são-paulino? Não fazia tudo pelo São Paulo? Não era um orgulho voltar para o São Paulo? Claro, a dívida é grande, mas ele não tem condições de ir levando, jogando, se entregando, com raça, para a torcida do São Paulo? – ironizou Casão.

– O diretor falou certo: ninguém é maior do que o São Paulo. Ninguém é maior do que clube nenhum. O clube está lá, tem a história. Depois, foi uma decepção para mim, como comentarista e ex-jogador, a chegada do Daniel Alves, o comportamento dele, apesar da dívida. O São Paulo tem que pagar.

Após servir a seleção brasileira, Daniel Alves era esperado hoje no CT da Barra Funda. Contudo, o clube foi informado que o atleta não vestiria mais a camisa até o acerto de uma dívida.

– Do ponto de vista do departamento de futebol, nós comunicamos, tomamos a decisão e comunicamos ao Hernán Crespo que Daniel Alves não estará mais a disposição para atuar no time do São Paulo. O São Paulo é mais importante do que todos nós.

LEIA MAIS:

Técnico demitido e mais: Tudo o que rolou na 19ª rodada do Brasileirão