Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Dirigente deixa a Conmebol quatro dias após confusão em Brasil x Argentina

Dirigente era um dos homens fortes da Conmebol

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016, radialista na Paiquerê 91,7.

Crédito: Divulgação/Conmebol

Quatro dias após a confusão envolvendo Brasil x Argentina, a Conmebol anunciou a saída de um de seus homens fortes. O secretário-geral da entidade, Gonzalo Belloso, renunciou a seu cargo. Na nota de despedida, a Conmebol elogiou o trabalho do argentino e o desejou sorte. Veja:

Aniversário CLUBE EXTRA

Clique e veja as melhores promoções!

“A Conmebol informa que o senhor Gonzalo Belloso renunciou aos seus cargos na instituição e aproveita para expressar gratidão pelos anos de dedicação e trabalho frutífero em favor do futebol sul-americano. Gonzalo impulsionou a equipe de trabalho com dinamismo e energia, como fazia antes nos campos, na qualidade de jogador de futebol profissional. Desejamos boa sorte nos próximos empreendimentos. Adeus, Gonzalo!”

Belloso não se pronunciou sobre a confusão que acabou Brasil x Argentina com quatro minutos de confronto, após jogadores argentinos mentirem para a Anvisa sobre de qual país vieram. A Anvisa, após descobrir que Emiliano Martínez, Emiliano Buendia, Giovani Lo Celso e Cristian Romero vieram direto do Reino Unido, e precisam passar por quarentena, invadiram o gramado da Neo Química Arena para deportar os atletas.

O dirigente e a Conmebol não tomaram partido e deixaram a decisão para que a FIFA defina. O ex-jogador deixa a entidade e vai cuidar de seus negócios particulares.

Leia também:

Brasileirão: Hulk e Bruno Henrique são os principais finalizadores do 1° turno; veja o top-10

Diretor do Atlético-MG admite que meio-campista é monitorado pelo clube

Siga o autor

Instagram

Twitter