Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Palmeiras: STJD define resultado do julgamento de Patrick de Paula e Abel Ferreira; veja

Patrick de Paula já deve iniciar a partida do Palmeiras contra a Chapecoense, do próximo sábado (18), como titular

Dayvidson Soares
Jornalista, com passagens por Globoesporte.com, Lance! (Craque do Futuro) e Jornal Gazeta de Alagoas. Apaixonado por futebol e boas histórias.

Crédito: Cesar Greco/ Ag. Palmeiras

O volante Patrick de Paula, o técnico Abel Ferreira e o auxiliar João Martins, do Palmeiras, foram julgados pelo STJD nesta quarta-feira (15), pelas suas respectivas expulsões na derrota para o Atlético-MG. E o resultado foi muito bom para o trio do Verdão, que se livraram de mais uma punição.

O julgamento definiu que Patrick de Paula e os dois membros da comissão técnica do Palmeiras ficariam apenas com a punição automática, que já foram cumpridas no duelo contra o Cuiabá, na rodada seguinte.

Assim, Patrick de Paula, Abel Ferreira e João Martins estão aptos a estarem no jogo contra a Chapecoense, que ocorre no próximo sábado (19), pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Entenda o motivo deles terem sido julgados

Durante a partida contra o Atlético-MG, Patrick de Paula ja estava amarelado quando fez uma falta polêmica, tomou o segundo e consequentemente o cartão vermelho. A expulsão do volante revoltou toda a comissão técnico do Palmeiras.

Em seguida, o árbitro foi expulsou Abel Ferreira. Auxiliar do Palmeiras, João Martins também tomou cartão vermelho minutos depois. Revoltado, o técnico palmeirense atribuiu o cartão vermelho ao árbitro assistente durante entrevista coletiva.

“Mas, infelizmente hoje houve uma equipe dentro de campo que não esteve à altura dessas duas equipes. Por incrível que pareça não foi o árbitro, foi o assistente, o senhor Rodrigo Correia. O árbitro da partida tinha tomado uma boa decisão em não dar o amarelo para o Patrick, mas não sei por que o bandeira, que estava a 40 metros, é ele que dá a instrução ao árbitro para expulsar o Patrick. Esse mesmo senhor foi quem me expulsou”, disse Abel Ferreira, em entrevista coletiva após a derrota do Palmeiras.

As melhores notícias de esportes, direto para você