Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Cuca surpreende e elege quatro rivais do Atlético-MG pelo título do Brasileirão

Treinador do Atlético não vê o Flamengo como único concorrente pelo taça da Série A

Eder Bahúte
Jornalista e assessor de imprensa.

Crédito: Divulgacao/Atlético-MG

Mais líder do que nunca. O Atlético conquistou neste domingo mais uma vitória no Campeonato Brasileiro e abriu distância sobre os rivais. A vítima da vez foi o Fortaleza, que jogando em casa acabou derrotado por 2 a 0. Os gols da vitória mineira foram marcados por Zaracho e Alonso, ambos na segunda etapa.

Mercado em CASA

Clique aqui para ter 50% off!

Com a vitória, o Atlético chega aos 42 pontos e dispara na liderança da Série A. O Palmeiras, segundo colocado, tropeçou em casa e viu o Galo abrir sete de vantagem. Por outro lado, o alvinegro vê agora outro concorrente direto pelo título crescer na competição.

Em terceiro lugar com 34, o Flamengo possui dois jogos a menos que o Atlético. Caso conquiste mais dois triunfos, a distância cairia para dois. Na entrevista coletiva, Cuca foi questionado se o Rubro-Negro seria o principal rival na briga pela taça.

– É lógico que com a vitória hoje, o Flamengo tem dois jogos a menos e se eles vencerem essas duas partidas encostam. Em contrapartida a gente vem numa sequência muito boa de dez vitórias e dois empates, o que é muito difícil nesse campeonato. Mas eu não diria que é só o Flamengo adversário. O Palmeiras é adversário. O Corinthians está crescendo e qualquer equipe dessas, o próprio Fortaleza pode muito bem dar uma disparada e encostar aí na ponta de cima.

O Galo agora vira a chave e foca suas atenções na Copa do Brasil. Na quarta, recebe o Fluminense, pelo jogo de volta da Copa do Brasil, às 21h30, no Mineirão.

LEIA TAMBÉM:

As melhores notícias de esportes, direto para você

 

Galvão critica Neymar e faz comparação com Messi: “Apanha tanto quanto ele”

Que pontaria! Brasileirão tem time com 10 gols de fora da área no 1º turno

Casagrande critica Neymar: “Não é esse jogador que precisamos para a Copa”