Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Mattos diz que tem responsabilidade no sucesso de Palmeiras e Atlético-MG e comemora duelo na Libertadores: “deixei legado”

Diretor de futebol passou pelos dois clubes recentemente e disse que tem papelo no sucesso de ambos

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016, radialista na Paiquerê 91,7.

Crédito: Cesar Greco - Palmeiras

Alexandre Mattos comandou o futebol do Palmeiras por cinco anos, saiu e foi para o Atlético-MG, onde ficou por mais de um ano. Em entrevista ao podcast “Hoje Sim”, do Globoesporte.com, apresentado por Cléber Machado, o diretor de futebol não escondeu o orgulho de ver as duas equipes se enfrentarem na semifinal da Libertadores.

E mais: Mattos disse que tem grande porcentagem de participação no trabalho de sucesso de ambos. O Palmeiras foi campeão da Libertadores e da Copa do Brasil em 2020, já sem Mattos, enquanto o Galo lidera o Brasileirão e está na semifinal da Copa do Brasil.

“Um gestor tem que deixar o legado. A felicidade que eu tive de ver o Palmeiras e o Atlético-MG em uma semifinal de Libertadores, onde 90% do Palmeiras eu estava na gestão do futebol, e coloca aí 70%, 75% do Atlético-MG, foi um legado que deixei para os projetos”, disse Mattos.

Alexandre Mattos começou a carreira como executivo de futebol do América-MG, quando o clube estava na segunda divisão do Campeonato Mineiro, em 2005. Deixou o time na elite do futebol nacional em 2011 e em 2012 assumiu a mesma função no Cruzeiro. Montou o time bicampeão brasileiro em 2013 e 2014 e foi para o Palmeiras em 2015 para ser diretor de futebol. Pelo Verdão, foi campeão da Copa do Brasil e bicampeão brasileiro. Saiu para acertar com o Reading, da Inglaterra, mas não conseguiu o visto de trabalho e voltou ao Brasil para fechar com o Atlético-MG, onde ficou até janeiro de 2021.

Leia também:

As melhores notícias de esportes, direto para você