Torcedores – Notícias Esportivas

NBA: Andrew Wiggins volta atrás em discurso antivacina e se imuniza, diz treinador

Jogador do Golden State Warriors havia dito em entrevista que estava “de costas para a parede” e que continuaria “lutando” pelo que acreditava

Wemerson Ribeiro
Formado em Jornalismo pela Universidade Anhembi Morumbi, com passagem pelo Portal R7, como estagiário, na editoria de Esportes.

Crédito: Reprodução / Twitter @22wiggins

Depois de afirmar que não tomaria a vacina contra a Covid-19, o jogador Andrew Wiggins, do Golden State Warriors, voltou atrás e tomou o imunizante, de acordo com o treinador Steve Kerr. O anúncio foi feito em entrevista coletiva cerca de uma semana depois da recusa do atleta.

Neymar, Mbappé e Hamilton se encontraram em festa de modelo antes de derrota do PSG

“Andrew se vacinou. Ele me disse hoje que estava bem com o nosso reconhecimento e é o fim dessa história. Então, não vou mais responder questões sobre isso além dessa”, falou Kerr, demonstrando impaciência com o assunto. Wiggins era um dos poucos atletas que até então não haviam se vacinado.

Um comunicado da própria NBApublicado na última quinta-feira (30) afirmou que 95% dos jogadores da liga estadunidense de basquete já estão imunizados. Seguindo esta toada, o vice-presidente executivo de comunicações da competição, Mike Bass, afirmou que os atletas que perdessem partidas por conta do coronavírus não seriam pagos.

Andrew e Bradley Beal eram os maiores expoentes do discurso antivacina na NBA— agora, apenas o segundo segue sem tomar o imunizante. Wiggins chamou a atenção da mídia após afirmar que estava irredutível em sua decisão: “Definitivamente, estou contra a parede, mas vou continuar lutando pelo o que eu acredito ser certo”.

Veja mais:

Palmeiras: Abel atingirá marca histórica no jogo contra o Juventude

Mesmo com ‘trio mágico’ em campo, PSG não teve nenhum chute a gol em derrota para Rennes

Sérgio Ramos deve estrear pelo PSG depois da pausa para seleções; veja adversário