Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Brasileirão: Paulo Miranda faz pênalti, é expulso depois de revisão do VAR e Marlon Freitas amplia para o Atlético-GO contra o Grêmio; assista

Zagueiro puxou a camisa de André Luís e complicou o Tricolor na partida contra o Dragão

Lucas Ayres
Colaborador do Torcedores

Crédito: Divulgação/Twitter Sportv

A situação complicou, e muito, para o Grêmio na partida contra o Atlético-GO, nesta segunda-feira (25) em Goiânia. Perdendo por 1 a 0, o time gaúcho viu seu zagueiro cometer um pênalti, ser expulso e, para piorar, o seu adversário ampliar o placar.

Tudo isso aconteceu com 21 minutos do segundo tempo. Em ataque iniciado pela esquerda, o meia-atacante João Paulo, da entrada da área, buscou a parede de André Luís, que estava dentro da área. No momento que recebeu a bola, no entanto, ele foi puxado por Paulo Miranda e caiu. Na hora, o árbitro assinalou o pênalti.

Instantes depois, o juiz foi ao monitor do VAR, no que todos esperavam ser uma revisão da marcação. Ele, porém, voltou ao campo e expulsou o zagueiro do Grêmio, que impediu uma chance clara e manifesta de gol e não disputou a bola. Assista ao lance no vídeo abaixo:

Na cobrança, o volante Marlon Freitas, um dos principais jogadores do Atlético-GO na temporada, cobrou e converteu como manda o manual: goleiro de um lado, e bola no outro. Você pode assistir a batida que ampliou para o Dragão contra o Tricolo no vídeo abaixo. Confira:

LEIA TAMBÉM

Brasileirão: Vanderson falha e Cariús abre o placar para o Atlético-GO contra o Grêmio; assista

Brasileirão: Jean Pyerre deixa Villasanti na cara do gol, mas Fernando Miguel impede gol do Grêmio; assista

Confira 4 técnicos que poderiam substituir Sylvinho no Corinthians

Padre faz pedido para o Palmeiras vencer Libertadores e Mundial

Especulado em gigante da Série A, Marcelo, do Real Madrid, abre o jogo sobre o futuro

Casagrande surpreende e crava finalistas da Copa do Brasil

Corinthians: Vampeta revela bastidores da treta de Marcelinho e Sylvinho

“Saí queimado do Grêmio, mas dei minha cara pra bater”, relembra ex-volante que mais atuou em ano da queda