Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

CBF pretende criar projeto para mudanças drásticas na arbitragem

Saída de Gaciba do comando da arbitragem é descartada; liderança da comissão pode ser compartilhada

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Laís Torres/ CBF

Alvo eterno de críticas de todos os lados, a arbitragem brasileira pode sofrer fortes mudanças no futuro. A CBF tem planejado uma reestruturação completa do departamento diante das fortes contestações contra a atuação dos árbitros na temporada.

Segundo o GE, o presidente interino da entidade, Ednaldo Rodrigues, tem liderado um processo de reformulação na liderança dos árbitros, estes comandados por Leonardo Gaciba. O dirigente tem demonstrado internamente insatisfação com a atuação dos juízes em campo, mesmo com a presença do VAR e das diversas polêmica ao qual o uso do vídeo nos jogos tem criado no futebol brasileiro.

A CBF indica os altos gastos que teve com a tecnologia sendo contraproducentes com o que vem acontecendo em campo. A ação de Rodrigues não aconteceria, no entanto, devido às diversas pressões de dirigentes insatisfeitos com a atuação da arbitragem em suas respectivas partidas, mas por entender que deve haver ‘reciclagem’ no setor.

Uma das mudanças pode ser o fim da ‘centralização’ do comando da arbitragem na figura de Gaciba, este várias vezes contestado. Com isso, as decisões sobre os rumos do quadro teriam também contribuição do restante da comissão. Além disto, críticas sobre ‘corporativismo’, no qual a Comissão hesitaria em afastar árbitros e assistentes que erram em partidas e a falta de ‘reciclagem’ do quadro também foram criticadas pelo presidente interino.

A saída de Gaciba, no entanto, foi descartada pelo dirigente, que prefere focar em tentar aplacar uma falta de critério claro dos árbitros ao marcar lances, que são apontados de uma forma por uns e de outra pelo restante, que vê como principal fator a ser discutido e mudado no processo de reformulação.

LEIA TAMBÉM

Grêmio cobra explicações e recebe resposta da CBF sobre pênalti não dado em Geromel no último Gre-Nal

CBF ganha processo contra ex-patrocinador e receberá até R$ 72 milhões

Aston Villa anuncia Steven Gerrard, ídolo do Liverpool, como novo técnico

Preterido por Tite, Vinícius Júnior supera números de todos os concorrentes na seleção brasileira

Seleção: Tite rejeita visitar Bolsonaro se ganhar o título da Copa do Mundo

Palmeiras x Flamengo: STJD e autoridades tomam decisão sobre final da Libertadores

Cafu rasga elogios a atacante: ‘Será um dos melhores na Copa do Mundo’

Renato Gaúcho não deve ficar! Veja 5 opções do Flamengo para 2022