Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Lucas Paquetá fica nos trends por suposto vídeo íntimo vazado; compartilhamento pode configurar crime

Nome do jogador do Lyon e da seleção brasileira ficou entre os assuntos mais comentados do Twitter por imagens atribuídas a ele por internautas

Wemerson Ribeiro
Formado em Jornalismo pela Universidade Anhembi Morumbi, com passagem pelo Portal R7, como estagiário, na editoria de Esportes.

Crédito: Reprodução / Instagram @

O nome do jogador Lucas Paquetá ficou entre os assuntos mais comentados do Twitter após ter um suposto vídeo íntimo vazado, nesta terça-feira (16). O compartilhamento das imagens, porém, pode configurar crime por infração ao direito de privacidade garantido pela Constituição.

Lutador de MMA perde o testículo após levar joelhada em treino

O vídeo atribuído ao atleta mostra o que seria Paquetá mais jovem se masturbando em direção à câmera do celular. O assunto rapidamente se espalhou pela internet e “Lucas Paquetá” chegou a ficar no top 15 dos trending topics do Brasil, com 4.136 publicações com o termo.

Apesar de se tornar viral, o compartilhamento das imagens pode configurar crime baseado no artigo 5º da Constituição. O texto defende que que a pessoa tem direito à privacidade, intimidade e à liberdade. A pena para esses casos em que não há o consentimento da pessoa envolvida pode ser de um a cinco anos.

Lucas Paquetá está concentrado com a seleção brasileira na Argentina para o jogo desta terça-feira (16) pelas Eliminatórias para a Copa de 2022. Ele ainda não se pronunciou sobre o caso.

Veja mais:

Nova temporada de La Casa de Papel terá participação de piloto da Fórmula 1

Messi presenteia fã cego com dispositivo que permite identificação de textos e cores

Neymar é o jogador com mais participações em gols nas Eliminatórias; veja números

As melhores notícias de esportes, direto para você