Torcedores – Notícias Esportivas

De saída: Hudson não terá contrato renovado pelo Fluminense

Hudson está há quase um ano sem atuar pelo Fluminense

Wilson Pimentel
Jornalista esportivo desde 1998. Cobriu os principais eventos esportivos da última década. Passou pelas redações do SBT, Record TV, CNT, Esporte Interativo, Rádio Tupi, Rádio Brasil e Rádio Manchete. É correspondente de veículos de comunicação da Colômbia, Croácia, Paraguai e Portugal. Está no Torcedores.com desde 2019.

Crédito: Lucas Merçon/ Fluminense

Antes de mais nada, o volante Hudson não terá o contrato renovado pelo Fluminense. Com vínculo até o fim de janeiro, o jogador de 33 anos está em fase final de recuperação de lesão no joelho direito. E, por isso, disputou apenas quatro partidas com a camisa tricolor em 2021.

O Torcedores.com apurou que Hudson foi comunicado pelo diretor executivo de futebol Paulo Angioni de que está fora dos planos do técnico Abel Braga. A princípio, o volante perdeu espaço no elenco tricolor após a chegada de Felipe Melo.

O Fluminense vive atualmente com o excesso de opções para a cabeça de área. Além de Felipe Melo, que tem status de titular, os outros jogadores para a posição são André Trindade, Matheus Martinelli, Nonato, Wellington e Yago Felipe.

O vínculo de Hudson vencia em dezembro, e só foi renovado para que jogador se recuperasse da lesão que o afastou dos gramados por nove meses. Apesar de estar realizando trabalhos físicos e treinos moderados com bola, ele, dessa vez, não seguirá no clube.

Ainda segundo apurou a reportagem, Hudson está na mira de dois clubes que irão disputar a Série B do Campeonato Brasileiro. Os nomes ainda são mantidos sob sigilo. Mas sua contratação só será efetuada após aprovação do departamento médico.

Os números de Hudson pelo Fluminense

Cria das divisões de base do Santos, Hudson passou por Santa Cruz, Ituano, Red Bull Brasil, Comercial, Oeste, Brasiliense, Botafogo-SP e São Paulo onde viveu o melhor momento da carreira. Lá, disputou 196 jogos e marcou seis gols.

Pelo Cruzeiro, seu último clube antes de se transferir para o futebol carioca, Hudson integrou o elenco que conquistou a Copa do Brasil de 2017. Apesar disso, a diretoria celeste não se movimentou para adquirir os direitos econômicos junto ao Soberano.

Com a camisa tricolor, o meio-campista soma 47 partidas, um gol e três assistências. Ele não entra em campo desde o empate do Fluminense em 1 a 1 com a Portuguesa da Ilha, em 5 de fevereiro, pelo Campeonato Carioca. Desde netão, não atuou mais pelo clube.

LEIA MAIS: 

‘Cancelados’: relembre os equatorianos que decepcionaram no Fluminense 

Clube da Bulgária e mais dois fazem proposta para tirar Marlon do Fluminense; saiba os detalhes  

Ponte Preta tenta tirar Lucca do Fluminense, mas ainda não chega ao valor desejado pelo atacante 

Veja a ‘seleção’ de jogadores que atuaram por Fluminense e Goiás ao longo da história  

Brasileirão Série A: jornalista erra ao citar nome de técnico; assista   

Vítima de Robinho volta a desabafar e pede prisão do atacante por estupro   

Jornal aponta disputa entre cinco clubes por Endrick, do Palmeiras 

Sobis se defende após polêmica, nega “entregada” e manda recado a Casagrande: “Olha pro teu teto de vidro”